Na cozinha da Casa Luxo, Dourado pede para conversar com Dicesar sobre o Big Fone que atendeu e que resultou na ida do maquiador e de Cláudia para o Carnaval de Salvador: “Rolou um papo de que vocês me agradeceram, mas eu não podia saber o que ia rolar. Me sentiria mal se fosse um Quarto Branco, por exemplo”.

“Mas eu senti na hora que não era coisa ruim”, comenta Dicesar.

“Mas eu não tinha como saber. Queria falar de coração, eu não sabia”, fala o lutador.

Ainda assim, o maquiador se diz grato com o gesto: “A gente sabia disso, mas a primeira coisa que eu falei foi: ele gostando ou não a gente vai dar um abraço nele. Ficamos muito agradecidos de verdade”.

Dourado divide sua preocupação: “A galera pode pensar que eu fiz demagogia quando vocês agradeceram”.

“Eu não tô preocupado no que o povo vai achar, mas com maneira que eu vou ver as coisas”, responde Dicesar, que complementa: “Você me fez ver um monte de coisa diferente, e está longe de ser a minha escolha para o Paredão”.

“Muito obrigado. Mas não mandei vocês intencionalmente pra uma coisa boa ou ruim” esclarece o lutador.

Dicesar elogia o rapaz: “Você é tranqüilo e por incrível que pareça é muito sensato”. Em seguida o brother agradece novamente pelo passeio: “Foi jóia. Obrigado”.

“Obrigado por ter me ouvido”, responde Dourado.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here