MSN

sexta-feira, 19 de julho de 2024

Juliette desabafa sobre a fama e afirma: “sobe a cabeça”

Cantora e vencedora do BBB21 abre o coração em entrevista

-

-

Fernando Melo
Fernando Melo
Colunista sobre o mundo da TV, celebridades, influencers e personalidades da mídia em geral, atuante no segmento desde 2012, com passagens por diversos sites. No Área VIP, além de colunista, é coordenador de redação.
Juliette (Foto: Reprodução/Instagram)
Juliette (Foto: Reprodução/Instagram)

A cantora Juliette Freire abriu o coração e falou pela primeira vez sobre a fama após ter conquistado o BBB21, da TV Globo. Sendo assim, a artista ainda chegou a frisar que o status de celebridade ‘mexe com o psicológico’ e por muitas vezes chega a ‘subir a cabeça’.

- Continua após o anúncio -

Dessa forma, durante um bate-papo com à revista ‘Marie Claire’, Juliette foi questionada se já havia se acostumado com a fama e, ela, sem papas na língua afirma: “A fama só sobe a cabeça quando encontra lugar vazio. Minha cabeça não é vazia, tem valores, propósitos. Mas fiz coisas estranhas: conter pensamentos e atitudes e fiquei um pouco apática. As pessoas ficavam muito irritadas com isso“, iniciou ela.

+ Bianca Andrade quebra o silêncio sobre suposto affair com Juliette: “ela é uma deusa”

Na sequência, Juliette ainda explicou: “Agradecia dentro do meu coração, mas domesticava meus instintos. Foi bom? Em partes. Pra carreira foi, porque tinha pés no chão. Pra mim, não sei porque deixei de aproveitar algumas coisas. Tinha dia que tinham milhares de notícias boas. E eu falava ‘calma, não posso sentir tudo isso’. Hoje estou degustando aos poucos. Esté na degustação, não no tamanho do prato. Hoje eu consigo, mas a gente consegue adaptar. Fiz o melhor que podia com o que eu tinha“, disse ela.

- Continua após o anúncio -

Mais sobre Juliette Freire

Sendo assim, a cantora ainda foi questionada no bate-papo sobre quais eram os prós e contras de ser uma pessoa famosa no Brasil. “Com as coisas boas eu já me acostumei, minha voz é ouvida e minha opinião é respeitada. Já as coisas ruins são os excessos, como a falta de privacidade, as pessoas que cospem frustrações e expectativas. Hoje vejo mais coisas boas que ruins e me sinto mais livre. Antes me sentia muito presa. Hoje vou pra balada, paquero, tô solta na buraqueira. Eu amo ser solteira, me sinto livre. Eu fico e me apaixono. Mas compromisso corro pouco. Só com trabalho“, declarou.

+ Juliette dá indícios de colaboração musical com Karol Conká após desavenças

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Fernando Melo
Fernando Melo
Colunista sobre o mundo da TV, celebridades, influencers e personalidades da mídia em geral, atuante no segmento desde 2012, com passagens por diversos sites. No Área VIP, além de colunista, é coordenador de redação.