MSN

quinta-feira, 18 de julho de 2024

Justiça pede reabertura de inquérito sobre queda do avião que causou a morte de Eduardo Campos

Politico morreu durante a campanha presidencial de 2014

-

-

Fernando Melo
Fernando Melo
Colunista sobre o mundo da TV, celebridades, influencers e personalidades da mídia em geral, atuante no segmento desde 2012, com passagens por diversos sites. No Área VIP, além de colunista, é coordenador de redação.
Eduardo Campos
Eduardo Campos – Foto: TV Globo

A morte do saudoso Eduardo Campos ainda segue sob ‘investigação’ e, nesta última sexta-feira, 17 de novembro, o juiz federal Roberto Lemos dos Santos Filho enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma solicitação para reabrir o inquérito da queda do avião que matou o então candidato à Presidência da República e outras seis pessoas, em 2014.

- Continua após o anúncio -

De acordo com o portal ‘G1’, o pedido foi protocolado pelo irmão do presidenciável, Antônio Ricardo Accioly Campos. No entanto, é válido lembrar que, no ano de 2018, a Polícia Federal (PF) concluiu o inquérito e apresentou quatro causas possíveis do acidente.

  1. Colisão com um elemento externo
  2. Desorientação espacial
  3. Falha de profundor
  4. Falha de compensador de profundor

+ Com cobertura da tragédia de Eduardo Campos, audiência da Globo cresce

Em suma, o último equipamento citado é uma parte do estabilizador horizontal e é responsável pelo controle do movimento da aeronave em torno do eixo lateral. Ainda de acordo com Roberto Lemos, a reabertura do inquérito tem por objetivo revisar as análises e confirmar que a conclusão, realmente, esteja correta.

- Continua após o anúncio -

Mais sobre a morte de Eduardo Campos

Como citado acima, o acidente aconteceu em agosto de 2014, após a aeronave com Eduardo Campos decolar do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino à Base Aérea de Santos, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Por sinal, na ocasião, o avião que o politico estava, acabou arremetendo devido ao mau tempo, perdendo contato com a torre e caindo em seguida.

+ Candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos morre em acidente

- Continua após o anúncio -

Além disso, à época da corrida presidencial de 2014, Eduardo se encontrava a frente de Dilma (PT) em várias pesquisas e, é válido frisar, que ele vinha cada dia mais crescendo. O acidente também ocorreu no dia seguinte a sabatina dele no ‘JN’.

Por fim, Eduardo foi o Governador de Pernambuco mais prestigiado de todos os tempos, com uma aprovação de mais de 90% nos períodos em que governou o Estado.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Fernando Melo
Fernando Melo
Colunista sobre o mundo da TV, celebridades, influencers e personalidades da mídia em geral, atuante no segmento desde 2012, com passagens por diversos sites. No Área VIP, além de colunista, é coordenador de redação.