Em live, Leonardo brinca com o peso: “sou inchado, é que eu...

O cantor acabou virando motivo de piada em rede social

Sorridente, Zezé Di Camargo posa ao lado dos pais em clima de...

O cantor sertanejo não esconde a alegria de ter seu Francisco e dona Helena por perto

Gabi Brandt e Saulo Pôncio realizam ‘chá revelação’ e fazem mistério sobre...

O casal deixou os seguidores curiosos até o final da noite de sábado

Apresentadora da Band assume romance com Rubinho Barrichello

O ex-piloto de Fórmula 1 está aproveitando a temporada no Brasil pra conhecer melhor a jornalista

“Mexer com Joelma é mexer com um exército poderoso”, reflete Leo Dias...

A live da cantora Joelma revelou uma projeção poderosa para a cantora

Fina Estampa: Griselda recebe notícia de acidente de Amália e se desespera:...

A jovem sofre acidente depois de se deparar com uma cobra no carro

Luka Ribeiro comemora reprise de ‘Jesus’ e relembra reality ‘A Fazenda’

-

Luka Ribeiro – Foto: Divulgação/flaviamartinsfotografia)

Em quarentena com a família no Rio, Luka Ribeiro se encontra na mesma situação que todos os artistas, com os projetos paralisados devido a pandemia do novo coronavírus. Mesmo assim, o artista tem motivos para comemorar. Com a paralisação das novelas atuais, a Record está reprisando ‘Jesus’. Na trama, ele vive Shabaka, um treinador de gladiadores romanos. Além do sucesso no Brasil, o folhetim está sendo exibido no Chile e na Argentina. Em entrevista ao Área VIP, o ator falou sobre a novela, sua participação no reality show ‘A Fazenda’, em 2015,  e fez um balanço de sua atuação na atração, onde foi um dos finalistas.  Luka também contou como está sendo o período de isolamento social ao lado da mulher, Ariane Latuf, e a filha, Valentina. Confira.

 A pandemia chegou e deixou todo mundo meio perdido por viver uma situação antes não pensada nesse século. Como você e sua família estão lidando com isso?

Essa pandemia, esse isolamento social, pegou todo mundo de surpresa, ninguém esperava passar por uma situação dessa na vida. Eu acho que o mais importante nesse momento que estamos vivendo, aquele que podem, é se resguardar, se preservar pra manter a saúde, a vida e refletir sobre o momento. Eu e minha família somos privilegiados e temos a possibilidade de ficar isolado. A gente está em um condomínio em São Conrado, aguardando passar essa fase aguda da pandemia pra gradativamente voltar. É uma situação atípica, difícil, mas que a gente precisa de sabedoria e fé pra passar por isso.

Carolina Ferraz é a nova apresentadora da Record TV

 O que mudou nos seus hábitos? Como sua mulher e sua filha estão lidando com isso tudo?

Mudou muita coisa no dia a dia da família. A preocupação maior com a limpeza dos alimentos, dos produtos de mercado, das superfícies da casa, higienização das mãos. Estamos evitando sair de casa. Minha mulher tem encarado de forma muito corajosa. É uma parceira importante na minha vida e tem comandado a casa e a família com muita força. Minha filha é pré-adolescente, ficou um pouco assustada, inicialmente tem aquela fase de não entender muito bem o que está acontecendo, mas a gente tem conseguido, na medida do possível, explicar a situação.

Luka Ribeiro com a mulher, Ariane Latuf, e a filha, Valentina – Álbum de família

E seus projetos profissionais, como ficaram?

Os projetos estão completamente parados. Nós fomos uma categoria profissional que foi a primeira a parar e provavelmente deve ser a última a voltar. Eu estava em conversa para um personagem em uma novela, não estava fechado ainda, mas tinha uma forte possibilidade, tava escolhendo um texto para o teatro, tenho as minhas atividades paralelas a carreira de ator no escritório de ativações digitais, eu trabalho muito com meus amigos artistas, atores e influenciadores, mas tudo isso nesse momento fica em segundo plano, já que a gente não pode ter público e aglomerações. É um momento difícil e delicado onde a gente precisa encontrar sabedoria agora e na volta.

Record toma decisão crucial sobre estreia de ‘Gênesis’ com pandemia do coronavírus

Você está no ar na reprise de Jesus, como é reviver esse trabalho?

Rever esse trabalho pra mim é uma das coisas mais emocionantes e gratificantes que podem acontecer. A novela Jesus é, sem dúvida, um marco na minha carreira. Uma novela que marcou muito também a minha trajetória, não só profissional, mas a minha vida, toda a mensagem que a história tem e tudo que eu vivi de uma forma próxima aos ensinamentos Jesus. A compaixão, a fé inabalável, as mensagens. É uma novela muito importante. Sem falar em todo sucesso que ela faz em outros países. Ela está no ar na Argentina, batendo todos os recordes  na emissora Telefer, sucesso absoluto, estreou recentemente no Chile, já foi exibida em Portugal e agora reprisando aqui no Brasil.

Luka Ribeiro/Instagram
Luka Ribeiro/Instagram

Você gosta de ser ver representando?

Essa pergunta é divertida… a grande maioria dos atores e atrizes que eu conheço não gostam muito de se ver (em cena). Eu acho que não se trata nem de gostar, eu faço isso como exercício. Eu assisto algumas cenas minhas com muita frequência pra avaliar o desempenho, aquilo que eu gosto, que eu devo manter, o que não está funcionando, algum errinho. No início da carreira eu tinha alguma restrição em me ver, hoje já estou mais habituado e algumas cenas eu até curto.

Mudando de assunto, você participou de ‘A Fazenda’, como foi essa experiência na sua vida?

Eu participei em 2015. Como passa rápido, lá se vão cinco anos, tive a oportunidade de participar do reality. Eu fui finalista da ‘Fazenda’. Apesar de não ter tido uma votação expressiva na final, eu já imaginava que isso pudesse acontecer, eu fui finalista. Até a final, 13 participantes ficam pelo meio do caminho. Uma experiência transformadora, pouco antes de participar eu tinha um certo ‘preconceito’, mas depois lá dentro eu percebi o quanto é transformador você ficar isolado três meses dentro de um confinamento severo, sem nenhum tipo de distração (violão, papel, caneta, celular, rádio)  e com 15 outros participantes estranhos convivendo numa competição muito forte pelo prêmio de 2 milhões de reais. Então, foi uma experiência que me transformou emocionalmente, psicologicamente e fisicamente. Porque a ‘Fazenda’ tem algumas provas muito fortes de resistência. Uma experiência difícil, mas que pra mim valeu muito a pena.

Possíveis nomes de participantes do reality ”A fazenda” são divulgados

Faria de novo?

Olha, eu já fui convidado pra participar de outros realities, não só sozinho, mas com a minha mulher, e a princípio eu não aceitei. Mas eu não vou dizer ‘dessa água não beberei’, depende muito do momento profissional, do momento de vida, da proposta que chegar, do tipo de convite que surgir. Por exemplo, o último ‘Big Brother’ na Rede Globo que incluiu artistas foi um acerto  não só da emissora, mas daqueles que aceitaram participar. A gente tem o exemplo aí do Babu Santana, Manu Gavassi, a Rafa (Kalimann), foi muito bom pra eles também.

 O que você faria diferente do que fez?

É uma excelente pergunta, em relação ‘A Fazenda’, eu já conversei muito com amigos próximos sobre isso, eu mesmo já fiz uma reflexão a respeito e ninguém nunca havia me perguntado isso numa entrevista. Eu faria algumas coisas diferente. O programa é um entretenimento pro público que está em casa, não pra quem tá participando. É um programa que as pessoas querem se divertir e acho que, por se tratar de um jogo com um prêmio milionário na final, eu levei tudo muito a sério, a ferro e a fogo. Eu sou um cara extremamente competitivo, o maior foco que eu tinha ali no programa era realmente eliminar as outras pessoas e chegar a uma possível final com chance de ganhar. Isso eu creio que grande parte do público não entendeu dessa forma. Passou em alguns momentos a ideia que eu era muito jogador e manipulador. Mas depende muito também da edição do que vai ao ar. Eu tive muito momento de diversão que eu fazia imitações, brincava e isso acabou não indo ao ar. Ficou o cara determinado no sentido do jogo. O público quer ver romance, o que não ia acontecer porque eu entrei no programa casado, quer ver a pessoa beber, se jogar, rir, pagar mico. Eu tive uma postura mais séria, eu acredito que hoje eu seria mais descontraído.

 A Record está pensando em fazer mais uma edição mesmo com a pandemia, o que você acha?

Acho que é um risco fazer um programa dessa grandiosidade, envolvendo com dezenas de profissionais envolvidos, fora todo o elenco, mas como a gente diz, a gente tem que viver um novo tempo, a vida não para. Estamos há três meses praticamente em isolamento social, a fase final do ‘BBB’, já foi com a pandemia acontecendo. Se a Record realmente tiver todos os protocolos de segurança, testagem, higienização, seguindo esses protocolos, como leigo, acredito que sim. Seguindo todos os cuidados para preservar a vida de todos.

 Qual a dica que você dar para os futuros participantes?

Vou dar dicas do que funcionou e do que não funcionou pra mim. Pra você (participante) não  criar um personagem, ser você mesmo, descontraído, se enturmar com os participantes, ter uma relação legal, mas nunca se violentar no sentido do seu caráter, ter um posicionamento firme, brigar, no bom sentido da palavra, pelo que você acredita. Eu acho que ser verdadeiro pode funcionar muito, acho que a palavra é essa. O público de casa percebe isso. O que acho que deve ser evitado, que o público detesta, é omissão. Não só no reality que eu participei, mas eu vejo muito isso. Aquele participante que se esconde, que não dá a cara tapa, que não vai pra ‘guerra’, acho que esse o público não gosta e são os primeiros que o público vota pra sair. Eu acho que eu posso ter pecado, mas nunca por omissão.

Núcia Ferreirahttps://www.areavip.com.br/
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Você por dentro!




site statistics