MSN

terça-feira, 16 de julho de 2024

Mariana Goldfarb faz reflexão sobre padrões estéticos femininos: ‘Sei que sou algoz e vítima’

'Acho que a problemática acontece quando se acha que precisa só cuidar da beleza', disparou a apresentadora

-

-

Colaboradores
Colaboradores
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!
Mariana Goldfarb
Mariana Goldfarb – Instagram

Mariana Goldfarb, influenciadora e ex-esposa de Cauã Reymond, usou as redes sociais para desabafar, neste sábado, 18 de novembro, sobre os padrões de beleza e estética e ressaltou a importância de cuidar também do interior.

- Continua após o anúncio -

Através do Instagram, Goldfarb falou sobre a hipocrisia social e afirmou fazer parte desse sistema: “Como eu tenho aversão à hipocrisia. Sei que faço parte desse sistema. Sei que sou algoz e vítima. Sei que vendo beleza, sou mulher objeto e que para mim também é importante estar e me sentir bonita. Por isso a importância de estudar sobre, de procurar entender as diversas formas de controlar o feminino para começar a mudar padrões dentro dos nossos próprios pensamentos.”.

+ Mariana Goldfarb desabafa sobre relacionamento abusivo e afirma: “Não tem homem pra mim no Brasil”

Mariana continuou e criticou as mulheres que não olham para os outros setores da vida: “Acho que a problemática acontece quando a mulher acha que precisa só cuidar da beleza, do corpo e dos cabelos e não prioriza outros setores da vida como a profissão, carreira e expansão pessoal”.

- Continua após o anúncio -

Confira:

Mariana Goldfarb desabafando no Instagram (Reprodução: Instagram)
Mariana Goldfarb desabafando no Instagram (Reprodução: Instagram)

 

- Continua após o anúncio -

Saiba mais sobre Mariana Goldfarb

Mariana abriu uma caixinha perguntas no Instagram, na ultima quinta-feira (16). A apresentadora e nutricionista brincou com um internauta de Lisboa, que disse ter “trocado olhares” com ela na cidade: “Eu não lembro, mas de fato, não tem homem pra mim no Brasil. Então pode ser, quem sabe… Lisboa, falam que homem legal é lá dos países nórdicos, mas é muito frio. É difícil gente, não é fácil não”, disse ela.

+ Mariana Goldfarb fala sobre independência financeira e incentiva mulheres

Adiante, a famosa comentou sobre relações abusivas: “Alguns pilares são fundamentais, sei que tenho privilégio de ter educação, conseguir pagar uma boa terapeuta, usar a Internet, celular a meu favor, pra estudar, a comprar bons livros, mas eu diria que terapia é essencial. Rede de apoio, leitura, é essencial.. Pra mim, foi muito importante e quando a gente começa a se educar, a gente começa a ver que tem nome, tem todo um padrão e vê que não estamos sozinhas, que é um tipo de relacionamento, aí tudo muda”, finalizou Mariana.

Colaborou: Matheus Nunes

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Colaboradores
Colaboradores
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!