fbpx

Morre atriz Berta Zemel, aos 86 anos

-

Elisangela Ribeiro
Jornalista e Radialista com passagens por emissoras como Top FM, Band e Capital AM. No Área VIP atuo como web redatora especializada em celebridades, famosos e o universo Sertanejo.

Comente

Veja também

- Continua após o Banner -

Bertha Zemelmacher foto reprodução Instagram
Bertha Zemelmacher /foto reprodução Instagram

- Continua após o anúncio -

Morreu no último sábado(27) aos 86 anos, a atriz Bertha Zemelmacher, a artista estava internada no Hospital Santa Catarina, em São Paulo. A causa da morte da artista foi uma broncopneumonia.

+Morre Jornalista Paulo Becker, do Balanço Geral&de Mato Grosso, vítima de Covid-19

Biografia:

- Continua após o anúncio -

Bertha Zemelmacher teve uma carreira marcada por sucessos, nos palcos de teatros e também na TV e cinema, com uma trajetória premiada.

No teatro, sob a direção de Alberto D’Aversa, recebeu o Prêmio Saci, em 1960, pela interpretação da filha muda da peça ‘Mãe Coragem’, de Brecht. Com ‘O Milagre de Anne Sullivan’, de Helen Keller, em 1967, recebeu o Prêmio Moliére. Por sua atuação em ‘Anjo Duro’, monólogo sobre Nise da Silveira, que marcou seu retorno como atriz mais de duas décadas depois de uma ruptura radical, ela ganhou o APCA.

- Continua após o anúncio -

Zemelmacher nasceu no dia 6 de agosto de 1934, seus pais imigrantes poloneses chegaram no país em 1920. A artista frequentou a Escola de Arte Dramática em 1956, quando resolveu adotar o nome artistico Berta Zemel, e foi trabalhar no Teatro Bela Vista com Sérgio Cardoso. Foi ele quem sugeriu que ela simplificasse seu nome.

+Morre de COVID-19 a cantora Cláudia Garcia

O primeiro contato com o teatro foi pelo rádio, em casa mesmo. Todo domingo ela ouvia na Rádio Record, Manoel Durães e sua equipe apresentando o Grande Teatro, com peças nacionais e francesas.

E achou que o rádio poderia tirá-la de casa. Já atuava no cinema e na TV quando foi convidada para fazer radionovela, e foi feliz. Fez duas, das quais contou certa vez, esqueceu o título.

Na TV, a artista participou do Grande Teatro Tupi, nas décadas de 1950 e 60 dirigida por Sérgio Brito, entre outros trabalhos. Em 1973, em um de seus momentos mais populares, protagonizou a novela “Vitória Bonelli”, na Tupi, como mãe do personagem de Tony Ramos.

Também atuou em “As Gaivotas” (Tupi, 1979), “Jogo de Amor” (SBT, 1985) e “Água na Boca” (Band, 2008), entre outros. Em 1997, fez uma participação em “Malhação”, na Globo.

Confira a homenagem a atriz nas plataformas digitais:

- Continua após o anúncio -

+ Novidade: Área VIP no Telegram – Clique Aqui e fique por dentro!

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP – TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos FamososClique Aqui!

Elisangela Ribeiro
Jornalista e Radialista com passagens por emissoras como Top FM, Band e Capital AM. No Área VIP atuo como web redatora especializada em celebridades, famosos e o universo Sertanejo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas TV & Famosos