fbpx
domingo, 9 de maio de 2021

Últimas

Ronaldinho Gaúcho paga fiança milionária; saiba o que vai acontecer agora

-

Lívia Cout
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!

Comente

Veja também

- Continua após o Banner -

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

- Continua após o anúncio -

Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Assis Moreira respondem processo por entrarem no Paraguai com documentos paraguaios falsificados. Por isso, ambos estavam desde o último dia 6 de março, presos na Agrupación Especializada, quartel da Polícia Nacional do Paraguai, transformado em prisão de segurança máxima.

+Cleo aproveita e surge com novo visual em quarentena

Ronaldinho Gaúcho pagou fiança milionária

No entanto, nessa terça-feira (7), o juiz Gustavo Amarilla, do Paraguai, concedeu prisão domiciliar ao ex-jogador de futebol e também ao seu irmão, pois eles pagaram uma fiança de US$ 1,6 milhão de dólares (cerca de R$ 8,4 milhões) e, proibidos de deixarem o país, ficarão hospedados em um hotel no centro de Assunção. O juiz Gustavo Amarilla afirmou que os responsáveis pelo hotel autorizaram que a prisão dos dois brasileiros fosse cumprida no local.

- Continua após o anúncio -

Dessa forma, de acordo com as informações do jornal paraguaio ABC Color, Ronaldinho e Assis vão ficar em quartos diferentes.

+BBB20: Bruna Marquezine fica comovida com Babu Santana após Paredão

Mais pessoas presas

- Continua após o anúncio -

Além disso, sobre este caso, outras pessoas foram presas, entre elas o empresário brasileiro Wilmondes Sousa, acusado de fornecer os passaportes aos irmãos. Segundo o promotor paraguaio Federico Delfino, existia um processo de naturalização no Paraguai, aberto para Ronaldinho e seu irmão, Assis Moreira. Dessa forma, o procedimento corria à insubordinação dos dois brasileiros.

Ainda segundo Delfino, o esquema também envolve um funcionário público paraguaio, que teria apresentado uma série de documentos à Direção de Migração do Paraguai para naturalizar os dois irmãos.

Assim sendo, ao envolver órgãos oficiais paraguaios, o caso se ampliou no país. Em 5 de março, o diretor geral da Direção de Migrações, Alexis Penayo, pediu demissão do cargo e criticou o Ministério do Interior pela demora na resolução do caso envolvendo Ronaldinho.

Recursos negados a Ronaldinho Gaúcho

Por fim, antes de conseguir a prisão domiciliar, a defesa dos brasileiros teve três recursos negados pela Justiça do Paraguai. A defesa de Ronaldinho ainda não comentou o caso.

- Continua após o anúncio -

+ Novidade: Área VIP no Telegram – Clique Aqui e fique por dentro!

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP – TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos FamososClique Aqui!

Lívia Cout
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas TV & Famosos