Tiago Leifert/Instagram
Tiago Leifert/Instagram

O apresentador do BBB, Tiago Leifert se tornou um dos assuntos mais comentados do momento ao dar uma declaração polêmica sobre política no futebol.

Em um artigo publicado no site da Revista GQ, Leifert disse que não apoia a manifestação política em eventos esportivos.

Tendo em vista que estamos enfrentando um dos mais delicados períodos políticos da história do Brasil, o apresentador ressaltou a importância de não ‘contaminar’ o esporte com os interesses políticos.

Eu não gosto da obrigação de tocar o Hino Nacional antes de eventos esportivos. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior, no mês passado, os caras tocavam o hino inteiro antes do jogo. Tem muita coisa contaminada por aí. Precisamos imunizar o pouco espaço que ainda temos de diversão. Textão é no Facebook. Deixem o esporte em paz.”

Declaração Polêmica

Alguns apoiaram o artigo do apresentador, mais a maior parte do público brasileiro repudiou as palavras de Tiago Leifert.

Uma das críticas que mais chamou a atenção foi a do jornalista Maurício Stycer em seu Twitter: “Quatro livros pra começar a conversa sobre esporte e política: Como o Futebol Explica o Mundo, de Franklin Foer; Futebol e Guerra, de Andy Dougan; Vencer ou Morrer, de Gilberto Agostino; O Futebol Explica o Brasil, de Marcos Guterman. Tem mais se quiser.

Outro seguidor disparou: “tiago leifert ignorando todo o histórico de esporte + política (alô reinaldo do galo, alô democracia corinthiana, alô jesse owens…) pra falar merda descontextualizada e rodivular o kaepernick com um protesto 100% legítimo”.

Acabei de ler o texto que o Tiago Leifert escreveu dizendo pra não tocar o Hino Nacional nos jogos e não protestarem contra a política em campo. Meu amigo, brasileiro não é patriota, o único lugar que ele pelo menos tenta ouvir o Hino é no futebol. Quer afundar tudo parça?”, disse outro internauta.

Colaborou: Aline Dutra





2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here