Não tem como negar. O reality show O Aprendiz e a novela Escrava Isaura são os produtos mais bem sucedidos da Record no último ano e, quem sabe, num período muito maior. E não trata-se apenas de audiência. Aqui o sucesso pode ser entendido como os programas que conseguiram misturar qualidade com fixação de imagem. O Aprendiz já tem público consolidado (o que é importante e que evita oscilações nos índices) e tem ampliado as médias a cada semana. O mesmo ocorre com Escrava Isaura. Entretanto, a Record deve ficar atenta. Já que a emissora está fazendo cortes, não pode atingir justamente esses dois produtos. Agora, o próximo passo será arrumar o Show do Tom. As entrevistas devem ser eliminadas e Tom Cavalcanti deve ganhar mais espaço para as imitações. Recentemente, ele recebeu a cantora Preta Gil. Os dois brincaram bastante e, num determinado momento, começaram as imitações de Caetano Veloso, Gilberto Gil e Maria Bethania (os parentes de Preta Gil, como a própria cantora falava ao anunciar as atrações). A direção da emissora e o próprio Tom Cavalvanti deveriam olhar melhor para esta edição, que – sem dúvida nenhuma – foi a melhor desde a sua estréia. O melhor caminho é concentrar as atenções na sátira, na imitação perfeita do humorista e transformar o programa em semanal.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here