Angelina tentou e se esforçou para aprender as regras de etiqueta, mas não conseguiu evitar as famosas gafes no jantar com os pais de Guga. Mas engana-se quem acredita que situações constrangedoras e “micos” fazem parte apenas do cotidiano das novelas. A galera revela no site oficial da novela os micos que já pagaram.

Confira:

Sophia Abrahão (Felipa)
“Eu estava passeando em um shopping que, por sinal, estava bem cheio. De repente, bateu um vento muito forte e o meu vestido subiu e foi parar na cabeça. Todo mundo ficou olhando pra mim, rindo da minha cara! A única coisa que pude fazer foi rir junto, ajeitar o vestido e sair dali o mais rápido possível. Acho que nunca fiquei tão constrangida!”

Rafael Almeida (Gustavo)
“Fui jantar na casa de uma ex-namorada e conhecer os pais dela. Estava muito nervoso! No meio do jantar, cortei um pedaço de carne e ele, sem querer, voou do meu prato e foi parar no tapete. É lógico que fiquei completamente sem graça, mas todos me tranqüilizaram e ficou tudo bem.”

Larissa da Silva (Antonieta)
“Tinha ido comer em uma lanchonete e, quando me preparava para sentar, derrubei um copo inteiro de refrigerante no chão. Além de sujar a roupa toda, fiquei com muita vergonha, pois todos ficaram me olhando. Corri para o banheiro e fiquei lá até a vergonha passar!”

Carolinie Figueiredo (Domingas)
“Fui jantar com vários amigos e a mesa estava lotada. Eu fui com um vestido preto, bem bonito. No meio da noite, resolvi levantar e só ouvi quando uma amiga mandou que eu me sentasse correndo. Não entendi nada, mas obedeci. Foi aí que ela me avisou do pior: meu vestido tinha prendido no meu sutiã e eu estava com as costas todas de fora! Tratei de arrumar a roupa e nem preciso dizer que não tive mais coragem de sair da mesa até ir embora, né?”

Johnny Massaro (Fernandinho)
“Estava me apresentando em uma peça e, na cena final, eu deveria colocar um cordão no pescoço de uma colega de cena. O problema é que eu não conseguia fechá-lo de jeito algum. Para piorar a situação, o pingente prendeu em mim e a minha colega começou a tropeçar nas falas. O desastre ficou maior porque eu tive uma crise de riso e não conseguia parar de gargalhar. Fiquei rindo e a peça teve que ser encerrada. Para a minha sorte, a platéia pensou que aquilo fazia parte do espetáculo. Mas foi um mico total! Até a minha mãe me deu bronca!”



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here