Pressionado pela família, Antônio diz a Beija que vai se casar com Aninha e admite que não pode fazer de conta que seu passado não existiu. Decepcionada, Beija se revolta com a atitude de Antônio e decide que de agora em diante será outra mulher. Beija expulsa Antônio do casarão mas antes deixa claro que ele jamais a terá em seus braços. João Carneiro vai a uma festa no palácio Real, encontra Mota, o acusa de assassino e diz ao ouvidor que lamenta não ter poder para mandá-lo para a cadeia. Antônio comunica aos pais a decisão que tomou, jura que jamais voltará a ver Beija, mas admite que está agoniado com o que fez. As mulheres de Araxá procuram padre Aranha e exigem que ele proíba Beija de viver no Arraial. O vigário defende Beija e enfrenta a fúria das senhoras. Sentido-se rejeitada e convencida de que jamais conseguirá refazer sua vida e ser feliz ao lado do homem que ama, Beija decide voltar a ser Dona Beija e diz ao delegado que pretende construir no Arraial um luxuoso palacete. Aninha decide seguir o conselho da futura cunhada e se entrega a Antônio. Beija volta a se vestir com luxo e riqueza deslumbrando a todos eu a vem. Belegard começa a construção da obra que vai abalar a pacata Araxá. A notícia de que o maior palacete do Arraial será de propriedade de Beija se espalha pelo povoado e escandaliza as famílias conservadoras. Beija se surpreende ao receber a visita de Dona Josefa.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here