Drauzio Varella está de volta ao Fantástico. A partir deste domingo, dia 23, o médico apresenta Filhos Deste Solo, uma série que vai discutir a natalidade no país. “Nosso objetivo é proporcionar o acesso de todos os brasileiros às informações para que cada cidadão possa separar a vida sexual da reprodutiva”, ele explica.

Em viagens pelo país, Drauzio conversa com pais, especialistas da área de saúde e demógrafos. No primeiro capítulo, por exemplo, ele visita a cidade de Santo Amaro do Maranhão. Este pequeno e pobre município do Nordeste registra uma das médias de natalidade mais altas do país. Segundo Drauzio, “Há 40 anos, cada família tinha, em média, seis filhos. Hoje, as estatísticas mostram que estamos muito próximos do equilíbrio populacional, com quase dois filhos por mulher. Mas as médias podem ser traiçoeiras”, ele explica e relativiza o número mostrando que entre as camadas de renda mais baixa os índices de natalidade ainda são muito altos.

A iniciação sexual cada vez mais precoce dos adolescentes brasileiros também será destacada na série. O segundo episódio vai tratar do tema. Será exibido um vídeo produzido por um jovem da ONG Olhares do Morro, que ensina fotografia aos adolescentes das favelas cariocas. O vídeo mostra a preocupação com o início da vida sexual dos adolescentes na Rocinha, no Rio de Janeiro. Feitos por grafiteiros de São Paulo, artes e gráficos também ilustrarão os episódios da série, que exibe nas vinhetas os trabalhos das bordadeiras do projeto Ser Brasileiro, do Sebrae de Brasília. A consultoria do quadro é da professora do mestrado do ENCE/IBGE, Suzana Cavenaghi, e do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas.

Filhos Deste Solo tem roteiro e edição de Eugenia Moreyra e produção de Karina Dorigo. Esta é a sétima série do Fantástico apresentada por Drauzio Varella, que já comandou quadros sobre primeiros socorros, fumo, gestantes e obesidade, além das produções da BBC sobre cérebro e corpo humano. O Fantástico vai ao ar às 20h30.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here