A namorada de Marcelo Silva, Fernanda Cunha, conversou com a revista Quem na tarde de segunda-feira (15). Ela falou de suas razões para não ter ido ao enterro de Marcelo Silva, ”Queria muito ter ido no enterro da pessoa que eu amo. Mas não estava em condições. E também não sabia qual seria a recepção da família do Marcelo. Pensei até em aparecer em cima da hora, mas meus pais estavam falando pra não ir”.

Ela diz que ficou com medo da reação da família, ”É, o padrasto anda dizendo que eu demorei na hora de pedir socorro. Eu não concordo com isso”.

Sobre boatos de ter a intenção de escrever um livro sobre o caso com o ex-policial militar, ela nega: "Qual o motivo de escrever um livro baixo desses?", falou.

Fernanda conta se está tomando remédio para dormir, ”Não, não estou tomando remédio, mas eu não estou conseguindo viver minha vida sem Marcelo (começa a chorar), é isso que está acontecendo. Então eu durmo, sonho com ele e durmo mais ainda pra ficar sonhando com ele. Nos sonhos ele me manda recados”. ”Para eu não deixá-lo. Nunca vou fazer isso, nunca vou deixar Marcelo. É amor o que eu sinto, nunca foi oportunismo. Eu não queria estar exposta desse jeito”, finaliza.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here