Nesta semana faz 32 anos que o mundo perdeu um dos maiores ícones do rock. No dia 3 de julho de 1971, o mundo perdia Jim Morrison, vocalista de uma das principais bandas da década de 60, o The Doors. A banda que inovou em sua época com uma proposta ousada, não usavam baixista e misturavam letras com poesia surrealista, bateria, teclados jazzísticos e guitarras flamencas. Jim Morrison morreu em Paris, em circunstâncias pra lá de misteriosas, que, aliás, só ajudaram a aumentar a dimensão do mito em que ele se transformou.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here