Tony se levanta preocupado. Lígia pergunta aonde ele vai. Tony se arruma e percebe que ela mexeu na maleta de dinheiro. Ele confirma. Ele diz que ela tem faro de jornalista. Lígia diz que não foi por isto que abriu a maleta. Ela confessa que se apaixonou, mas tem medo dele. Fernada ajuda Rudi e diz que Tony já mandou o socorro. Dra. Helena aparece no apartamento de Rudi. Tereza diz para Paulo que não entende por que Tony marcou um encontro com Calo e Freda no hotel. Paulo diz que Tony sabe o que faz. Tony chega ao apartamento de Rudi e Fernanda o recebe. Tony vê Helena e eles se olham discretamente. Ela diz que vão levar Rudi para a clínica. Rudi pede para Tony não falar nada para Freda. Tony diz para Fernanda que Rudi está apaixonado por ela. Ela diz que não devia ter se aproximado tanto de Rudi. Ela diz que o usou como válvula de escape para outro problema. Caló sai com Freda para ir ao encontro de Tony. Ele percebe que está sendo seguido. Caló sai do carro e avisa para o policial que está atrás dele que sabe que está sendo seguido e não vai entregar onde está Tony. Caló muda de carro e diz para Freda e Eduardo irem para o hotel. Felício pede para o policial seguir Caló. Eduardo e Freda se encontram com Tony no hotel. Freda diz para Tony fugir do Brasil. Ele diz que não pode. Freda diz que vingança só leva a morte. Tony diz que pensam que ele é policial. Paulo diz para Tony que tem um policial chegando no hotel. Tony se despede de Eduardo e Freda. Renato chega na recepção do hotel e diz que tem um mandado de prisão preventiva contra uma pessoa que está no hotel. Tony escapa do hotel. Tony vai ao encontro de Pavão no set de filmagem de um filme erótico. Pavão diz que tem uma pessoa querendo assumir o assassinato do senador Ari. Tony pergunta quem é. Pavão diz que é Omar, um afilhado dele que teve problemas com Guri no passado e trabalhou para o senador Ari. Pavão diz que Omar tem antecedentes para assumir o assassinato de Ari e livrar Tony. Santana fica irritado com Sergio porque ele mandou matar Figueroa. Sergio diz que ele ia vender o nome de Guri. Helena diz que Tony está no direito dele. Santana avisa que Pavão os convocou para ir ao depósito porque ele tem uma revelação para fazer. Maura reúne todos em casa e lê os e-mails que ela está recebendo. Pedro diz que ela está sendo vítima de cyberbulling. Maura lê o e-mail falando que a petição do divórcio dela está pronta. Bruno se irrita sem entender o que está acontecendo. Maura diz que se lembra do envelope e diz que Bruno mentiu que era de Armando. Bruno diz que não lembra e afirma que Maura está mal da cabeça. Todos começam a achar que Maura está fora de controle. Ela se ressente. Pavão apresenta Omar e diz que ele vai assumir o crime contra senador Ari. Iago diz que é um bode expiatório. Tucci diz que foi ele que matou Ari. Tony conta para Téo que Tucci matou Ari com a arma dele. Maura diz para Armando que chegou outro e-mail dando o endereço da amante de Bruno. Bruno vai ao apartamento de Fernanda e diz que encomendou um jantar especial para eles. Tony conta para Téo que está procurando um homem que usa o codinome Guri, um delinquente juvenil que matou o pai há uns trinta anos atrás. Tony diz que um dos conselheiros morreu com um garfo na jugular. Bruno diz para Fernanda que comprou um terreno para eles construírem o teatro dela. Maura procura o número do prédio da suposta amante de Bruno. Maura para em um prédio e pergunta para o porteiro pelo apartamento 14. Fernanda e Bruno dormem. Ela escuta o interfone. Maura não espera chamar e sobe e toca a campainha. Fernanda abre a porta e dá de cara com Maura. As duas ficam em choque.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here