Flores conta a Nicolau que convenceu Querêncio de que depois da morte do senador Érico, ele mudou. O professor diz que vai armar um encontro entre ele, Nicolau e o pintor. Querêncio revela à Marisa que está pensando em se candidatar a prefeito de Ribeirão e que o professor Flores o apoia. Marisa diz que se isso for mesmo verdade o mundo enlouqueceu de vez.

Tito conta a Newton que está aguardando Filomena entrar em contato. Arminda fala para Filomena que acha arriscada a atitude que ela tomou e a aconselha a não misturar amor com negócios. Ari ensaia um discurso político. Nicolau diz a Bruno e aos correligionários que na conjuntura atual o partido precisa de Ari como deputado. Nicolau fala que em breve vai propor outro candidato. Filó diz a Querêncio que vai tomar uma decisão importante e precisa saber se ele vai apoiá-la.

O pintor afirma que está do lado da filha. Beatriz confessa a Nicolau que fica aflita ao ver que ele mudou tanto. Ari fica furioso ao saber que Nicolau, realmente, tem outro candidato. Ari desconfia de que o candidato do senador seja Joca. Querêncio pergunta para Romeu se ele votaria nele caso ele se candidatasse. Romeu diz que sim. Filomena pergunta a Arminda se há algum problema em convidar Tito para conversar no solar.

Virgílio diz a Iara que assim que Tito vender a pousada eles colocam a mão na grana. Iara conta que deu entrada na compra de uma casa para a mãe dela. Karina fala para Zuleide que Filomena agora a encara. Filomena revela a Tito que as pessoas que consultou acharam loucura arriscar o dinheiro dela dessa forma. Filomena diz a Tito que se ele se casar com ela, ela avaliza o empréstimo. Tito diz que precisa pensar e sai do solar atordoado. Tito pergunta ao gerente se o banco aceitaria o aval de uma pessoa.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here