O Outro Lado do Paraiso - Renato (Globo/Raquel Cunha)
O Outro Lado do Paraiso – Renato (Globo/Raquel Cunha)

Em O Outro Lado do Paraíso, Renato (Rafael Cardoso) é mesmo o vilão da trama das nove! O médico será desmascarado e terá todo o seu segredo revelado na segunda quinzena de março, no dia de seu casamento com Clara (Bianca Bin).

De acordo com o Blog Telinha do Jornal Extra, tudo começa quando a mocinha pega o rosário feito por Elizabeth (Gloria Pires) na gaveta onde guarda uma pasta antiga de seu pai, que ela nunca mexeu. Ao abri-la, ela se choca ao ver uma foto de seu pai com Renato. Patrick, imediatamente, liga para o hospício onde a bela foi internada por dez anos.

Mesmo assim, Clara vai ao casamento. Mas na hora de dizer “sim”, ela diz um sonoro “não” na frente de todos: “Você quis me matar.” Já em casa, os ex-noivos têm a conversa mais importante de suas vidas. “Eu quero saber os motivos. Fui humilhado, em frente a toda cidade. Por que fez isso, Clara, se eu sempre te dei todo meu amor? Por quê?”, indaga o médico.

Clara manda o médico tirar a máscara e pede que Patrick (Thiago Fragoso) traga a pasta. Renato ainda diz que eles podem se casar, mas a mocinha se nega, dizendo que o ex-noivo tentou matá-la. “De onde tirou a ideia de que tentei te matar?”, pergunta o doutor.

A mocinha diz ao doutor que sempre confiou nele quando dizia não ter interesse algum pelas esmeraldas. Renato confirma, diz que a conheceu antes de Sophia (Marieta Severo) descobrir as esmeraldas e essa loucura toda começar. Mas Clara o acusa de mentiroso. “Achei essa foto aqui, na pasta. Você com meu pai”, mostra a mãe de Tomaz (Vitor Figueiredo). “Mas teu pai morreu antes dele aparecer no meu bar”, constata Josafá (Lima Duarte). “Ele já conhecia o pai e tem mais aqui essas notas, recibos…mostre, Patrick”, pede Clara, revelando notas fiscais em nome de Renato. “Era você quem comprava os explosivos que mataram meu pai. Meu pai estava certo que no terreno tinha uma mina de esmeraldas”, comprova a milionária.

Renato tenta se conter, enquanto Clara pede que ele diga a verdade. “Você sempre esteve atrás das esmeraldas. Mentiu para mim, eu tenho a prova”, dispara. “Tá bem. Eu sabia. Teu pai, Jonas, era caminhoneiro. Me contou que na terra onde vivia tinha esmeraldas. A gente fez uma combinação…Eu ajudava com os explosivos. Se ele encontrasse um bom veio, a gente dividia. Que crime tem nisso?”, minimiza. “Por que nunca disse que conheceu meu pai?”, indaga a moça. “Eu não quis chegar falando das esmeraldas. E logo que cheguei, descobri outras duas pedras preciosas. Teus olhos. Eu gostei de você, à primeira vista”, mente o médico.

O rapaz continua: “Reconheço, a primeira mentira puxa outras. Depois de um tempo, eu não podia voltar atrás, contar que tinha conhecido teu pai. Mesmo porque eu sabia do amor que cê tinha por ele. De como sofria por ele ter morrido com explosivos. Eu ajudei a comprar os explosivos sim. Ele acertava as contas cada vez que a gente se encontrava. Quando a Sophia descobriu as esmeraldas, quis me certificar. Eram realmente esmeraldas. Em tudo isso, que eu fiz de errado? Acredita em mim, Clara, eu te amo.”

A mocinha não acredita. “Renato, nos últimos tempos seu plano ficou mais evidente. Eu estava decidida a casar com você, talvez por isso não quis enxergar. Mas você insistia que a minha última vingança seria tomar as minas de esmeraldas da Sophia. A Lívia esteve aqui antes. Ela me alertou, mas eu só juntei as peças quando vi as notas fiscais dos explosivos. Ela me disse que você queria a guarda do Tomaz. Que casou com ela para conseguir a guarda e ter o controle das esmeraldas. Tomaz fazia parte do seu plano. Por isso quis me matar. Quando vi a foto de você com meu pai, as notas dos explosivos, o Patrick conseguiu o telefone do hospício e ligou para lá. Apresentou-se como advogado e fez uma pergunta simples. Eu não sei como não fiz essa pergunta antes”, conta Clara.

O médico quer saber qual pergunta. “Se os médicos são informados sobre todas as regras do hospício quando são admitidos. Eu não sei como não investiguei isso logo que voltei. Todo médico, quando admitido, recebe um livreto, onde tudo é explicado. Inclusive sobre os enterros, no mar. Você sabia que meu caixão seria jogado no mar, Renato”, dispara a neta de Josafá.

Renato confessa crimes e participação de Sophia

Tenso, Renato vai se transformando, enquanto Clara continua com as acusações. “Você estava casado com a Lívia e sabia que mais cedo ou mais tarde, os dois, juntos, iriam conseguir a guarda do Tomaz. Mesmo que não conseguisse, a Lívia é herdeira das esmeraldas, o Gael nunca foi bom em negócios. Um dia as esmeraldas viriam para você. Mas então…você descobriu que eu estava viva. Você sabia que um dia, eu poderia voltar. Eu, a verdadeira mãe do menino. Eu poderia tomar as minas de esmeraldas. E você resolveu impedir que isso acontecesse”, constata Clara.

Então, o médico começa a se revelar. “Não resolvi sozinho. Acredita que eu tava sozinho nessa?”, surpreende o doutor. Nesse momento, entra um flashback inédito, mostrando uma conversa com Renato e Sophia (Marieta Severo). No papo, a então sogra do médico diz que Clara nunca sairá do hospício. Preocupado, Renato indaga a possibilidade de um médico der alta ou Gael (Sérgio Guizé) descobrir que a mulher está lá, como ele descobriu. “Sophia, eu só preciso que controle a Lívia, e me ajude a conseguir emprego naquele hospício”. “Tenho muitos contatos. Conseguir o emprego será fácil. Promete se livrar da Clara?”, indaga Sophia.

Clara diz que tudo aconteceu muito rápido e quer saber se o vilão estava disposto a passar anos naquele hospício. “Eu só precisava de um caixão pra te botar dentro”, afirma o médico. Arrasada, a mocinha percebe o que ele fez com Beatriz (Nathlia Timbrerg). “Tão velha, não é? Foi só dar os remédios errados”, diz, sem o menor remorso. Nesse momento, Patrick voa para cima do rival. “Maldito. Matou minha tia!”, brada o advogado, já socando o médico.

Eles são apartados por Gael, que diz que se ele matou Beatriz pode ser preso. “Com que provas? Ela tomou remédios legais, e a essa altura o corpo tá no fundo do mar. Nunca vão achar nada contra mim e você, grande advogado, sabe disso”, diz o doutor, que continua. “O resto vocês já sabem. Eu botei a Clara no caixão. Só nunca imaginei que ela ia se livrar. Mas quando você voltou, Clara, e ainda mais rica, eu sabia que seria questão de tempo pra você tomar a guarda do menino. Me aproximei. Ajudei nas vinganças…pra você ter confiança em mim. E se não fosse essa maldita pasta, que eu nem imaginava que existia, agora a gente ia tar casado”, confessa Renato.

A mocinha, então, faz uma pergunta: “Você ia conseguir tudo. Diga. Depois de casado comigo, com a guarda do meu filho…e o controle das minas das esmeraldas, que você ia fazer? Qual era o seu plano?”. “Te matar”, dispara o médico, sem pudor. Irada, Clara manda o ex-noivo sair de sua casa. “Nossa história não terminou. Aguarde por mim”, ameaça. “Eu é que tenho uma coisa para dizer, Renato. Não vou tentar mais nada contra você. Estou vingada. Viveu a vida toda para ser dono das esmeraldas. Mas nunca vai conseguir. Vou ter meu filho de volta e as esmeraldas serão minhas. Essa é minha vingança”, garante a poderosa.

Fique por dentro

Saiba tudo sobre sua Novela favorita, e os Resumos das tramas mais assistidas da nossa telinha aqui no Área VIP!





8 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here