Quantas vezes julgamos o outro pelo o que aparentam ser? Quantas vezes somos julgados pelo o que aparentamos? É algo inerente do ser humano deixar os olhos dizerem por si só o que eles nos mostra como primeira impressão. Porém, está muito além disto a essência de cada um de nós. Da mesma forma que julgar alguém pela primeira impressão é agir precipitadamente, mudar para provar algo a alguém também é um equivoco. Só aqueles que tiverem maturidade suficiente para reparar na forma como você age e se comporta perante as situações, descobrirá a verdadeira alma que há dentro de você!



3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here