MSN

sexta-feira, 21 de junho de 2024

Fábio Jr. conta histórias inéditas dos 70 anos de vida e 50 de carreira no ‘Som Brasil’

Especial vai ao ar dia 22 de maio, após ‘Renascer’

-

-

Wandreza Fernandes
Wandreza Fernandes
Editora chefe do Portal Área VIP e redatora há mais de 20 anos. Especialista em Famosos, TV, Reality shows e fã de Novelas.
Pedro Bial e Fabio Jr
Pedro Bial e Fabio Jr (TV Globo/Bob Paulino)

Se uma pessoa pode ser nomeada como a maior ou, no mínimo, uma das grandes românticas do país, essa pessoa é Fábio Jr. O cantor, que iniciou carreira entre o final dos anos 1960 e começo dos 1970, destinou, com intensidade, composições ao amor. Não à toa, conquistou inúmeros fãs por todo o país e chegou a ganhar o status de “Galã Nacional”. Aos seus 70 anos idade, e 50 de carreira, a TV Globo dedica-se a contar sua trajetória a partir de relatos inéditos, da infância aos dias atuais; dos palcos aos trabalhos na TV. Fábio Jr. é tema do próximo ‘Som Brasil’, no ar dia 22 de maio, após ‘Renascer’.

- Continua após o anúncio -

Fábio Jr. celebra o aniversário do filho caçula com fotos inéditas

A Pedro Bial – quem comanda a entrevista, responsável por aprofundar questões da vida do artista – , Fábio revela que desde criança tinha o sonho de ser cantor, mesmo tendo sido desencorajado algumas vezes. Ao finalmente iniciar a carreira musical, fazia figuração em novelas, já tendo atuado ao lado da atriz Cacilda Becker. O programa resgata alguns dos principais personagens de Fábio na TV, como em “Cabocla”, de 1979, e “Pedra sobre Pedra”, de 1992. Como compositor, conta que a primeira música que escreveu foi para a cantora Martinha, da Jovem Guarda, e mostra, com exclusividade, algumas letras escritas por ele entre os anos de 1976 e 1977, nunca gravadas.

E, por falar em composições, recorda a história de “Alma Gêmea”. “Peninha escreveu, e o meu empresário da época me mostrou. Assim que vi, no começo, fiquei meio em dúvida, mas ainda assim gravei”, conta, sem saber que a canção viria a se tornar um de seus maiores sucessos. Pedro menciona encontros com outros artistas, como Gal Costa, Fafá de Belém, Sidoka e Guillherme Arantes, e personalidades como Chico Xavier, e Fábio expõe passagens inéditas, algumas vividas com eles.

- Continua após o anúncio -

Fábio Jr. fica surpreso ao saber de loucuras feitas por fãs em sua homenagem: ‘Caramba!’

No âmbito pessoal, o programa relembra algumas namoradas, como Maria Bethânia, e o cantor conta como conheceu a esposa, Fernanda Pascucci, uma fã. A família é, aliás, tema frequente, em especial num momento em que Pedro convida Fábio para passear por um acervo com álbuns em fitas K7, vinis, revistas, figurinos e fotos. Enquanto passam pelos elementos, Fábio conta histórias relacionadas, e se emociona ao falar dos filhos e do pai.

- Continua após o anúncio -

O ‘Som Brasil apresenta: Fábio Jr.’ intercala entrevista com apresentações musicais dos grandes sucessos, num show especialmente produzido para o programa, com um palco desenhado pelo diretor artístico, Gian Carlo Bellotti, no formato do numeral setenta, em celebração à idade de Fábio, e participações especiais de Fafá de Belém, Luísa Sonza e Padre Fábio de Melo. Nos musicais, estão confirmadas canções como “Pai”, “Só Você”, “Caça e Caçador” e, claro “Alma Gêmea”.

Fábio Jr. comemora 70 anos em show ao lado das filhas

O ‘Som Brasil’ tem apresentação de Pedro Bial, direção artística de Gian Carlo Bellotti, produção de Anelise Franco e roteiro de Paulo Mario Martins e Ricardo Alexandre. A direção de gênero é de Monica Almeida.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Wandreza Fernandes
Wandreza Fernandes
Editora chefe do Portal Área VIP e redatora há mais de 20 anos. Especialista em Famosos, TV, Reality shows e fã de Novelas.