MSN

sexta-feira, 19 de julho de 2024

Jornal Nacional faz homenagem à Astrud Gilberto

A cantora morreu na segunda-feira (05) nos Estados Unidos

-

-

Núcia Ferreira
Núcia Ferreira
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.
Astrud Gilverto foi homenageada no Jornal Nacional – Reprodução Globo

A morte de Astrud Gilberto deixou o mundo da música de luto. Nesta terça-feira (06), o Jornal Nacional também prestou homenagem à cantora. Já na chamada do programa, Renata Vasconcellos e William Bonner anunciaram a morte da artista. O JN fez um minuto de silêncio ao final para homenagear Astrud.

- Continua após o anúncio -

Astrud Gilberto morreu na segunda-feira (5) aos 83 anos. A cantora e compositora é um dos ícones e fez sucesso logo na sua primeira gravação, a versão em inglês para ‘Garota de Ipanema’ — e foi justamente sua ‘Girl from Ipanema’ que tornou o movimento conhecido internacionalmente.

Astrud Evangelina Weinert nasceu  em 29 de março de 1940, em Salvador, na Bahia. Ela era  filha de pai alemão e mãe brasileira e cresceu no Rio de Janeiro antes de se mudar para os Estados Unidos, onde viveu o resto da vida.

- Continua após o anúncio -

Astrud se tornou conhecida a nível mundial por ser, em 1963, a voz de ‘Girl from Ipanema’, na versão de Stan Getz e João Gilberto, que era marido dela na época. Apesar da popularidade alcançada, ela não recebeu crédito no vinil original do álbum ‘Getz/Gilberto’ e, segundo vários relatos reunidos pelo jornalista Martin Chilton no jornal britânico The Independent, em 2022, Astrud só recebeu 120 dólares pelos dias de trabalho, apesar de ter sido, de forma quase consensual, a maior responsável pelo sucesso do disco.

Morre, aos 83 anos, Astrud Gilberto, cantora de ‘Garota de Ipanema’

- Continua após o anúncio -

A morte da artista repercutiu também na imprensa internacional. Vários jornais saudaram a carreira da cantora que ficou mundialmente conhecida por sua interpretação de Garota de Ipanema.”A rainha da bossa nova morreu aos 83 anos”, resumiu o jornal francês Les Echos.

O jornal norte-americano New York Time frisou  em seu site que mesmo se ‘Girl from Ipanema’ foi apenas a primeira de muitas músicas que ela gravou, esse momento “teve um papel fundamental para tornar o som brasileiro um fenômeno nos Estados Unidos”.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Núcia Ferreira
Núcia Ferreira
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.