É dia de estreia no ‘Altas Horas’! E por ser uma data especial, Serginho Groisman convidou para o programa Jackson Five, Mary Help, Mustafary, Silas Simplesmente e Ed O Nerd para uma entrevista e ... Leia mais:

Globo/Ramón Vasconcelos
Globo/Ramón Vasconcelos

É dia de estreia no ‘Altas Horas’! E por ser uma data especial, Serginho Groisman convidou para o programa Jackson Five, Mary Help, Mustafary, Silas Simplesmente e Ed O Nerd para uma entrevista em que cada um mostra um pouco de sua personalidade, neste sábado, dia 16. E, claro, não poderia faltar o “pai” de todos eles: Marco Luque, novo integrante da atração. Com muito carinho da plateia, o humorista chega ao palco e mostra que está feliz com o novo desafio. “Se tem uma coisa que eu não tiro do bolso é o crachá da Globo”, brinca.

Convidado pelo apresentador a fazer parte do ‘Altas Horas’, Luque fará matérias externas, apresentará no palco seus personagens, viajará em busca de fatos curiosos e o que mais surgir nessa parceria. “Quero criar expectativa na galera sobre o que vou fazer em cada programa”, explica.

Este sábado é também de homenagens a Roberto Carlos, que completará 75 anos no dia 19. No palco, a RC Na Veia, banda que tem Dudu Braga como baterista, embala a plateia com os sucessos do Rei que atravessam gerações. Tony Garrido faz uma participação especial em “As curvas da estrada de Santos” e conta que tem uma grande admiração pelo cantor. “Tenho uma banda, chamada Black Carlos, que faz as músicas dele com uma pegada soul. Eu proponho criarmos o ‘Dia Roberto Carlos’”, brinca. Amado Batista, outro convidado da noite, também se junta ao RC Na Veia, além de cantar suas próprias canções.

Como entrevistados, o programa conta ainda com Viviane Araújo, Yanna Lavigne e Fernando Fernandes, três personalidades que têm algo em comum: estão em uma profissão diferente daquela que exerciam anos atrás. Viviane, por exemplo, revê algumas imagens de quando participou do concurso para ser a morena do grupo É o Tchan, em 1997, e fica feliz com o caminho que sua carreira levou. “É muito bom ver isso tudo, estou emocionada. É Deus quem aponta o seu caminho. Na época do concurso, chorei muito, fiquei mega frustrada”, lembra a atriz.

Atualmente em ‘Liberdade, Liberdade’, Yanna começou a trabalhar como modelo quando morava no Japão com a família, mas aos 19 anos quis voltar ao Brasil para estudar teatro. “É tão difícil chegar onde a gente almeja, e quando a gente consegue, é gratificante”, emociona-se.

O caso de Fernando Fernandes é, sem dúvida, o que mais causa impacto. Ele tinha tentado a carreira de atleta por um tempo e resolveu trabalhar como modelo. Quando estava perto de realizar um grande trabalho internacional, sofreu um acidente que o fez perder os movimentos das pernas. Foi aí que teve início sua história na canoagem, esporte em que é campeão mundial. “Hoje, meu plano A é voltar a andar, e meu plano B, ser atleta”.

O ‘Altas Horas’ vai ao ar aos sábados, após o ‘Zorra’.






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here