Regina e Patrícia discutem. A moça se irrita porque sua mãe não entende seus argumentos. Carlos aceita as desculpas de Francisco. O sambista afirma que vai até o presídio para tentar conversar com Ernesto. Seu objetivo é negociar com o comerciante para que ele consiga uma confissão que inocente Rita. Andrea assume novamente o controle de sua empresa. Ao fim da reunião de seus funcionários, todos se dispersam. Nesse momento, Cleber surge. Lucas pede desculpas para Carlos em seu nome e em nome de Andrea. Cleber pede para conversar com Andrea, que estranha a situação inesperada. O miliciano não consegue acreditar que é portador do vírus HIV e pergunta se Andrea traiu Lucas com outro homem. Ela se irrita e o expulsa, desejando sua morte. Francisco consegue entrar na penitenciária com um celular. Ele pede que Ernesto grave a confissão de Ivan que inocente Rita. Decidido a ajudar, o vendedor de cachorro -quente aceita participar do plano. Carlos conversa com Welligton e afirma que ele deve conversar com Edmilson. Regina conta para Cleber que Patrícia mudou seu depoimento. Ele a chama de traidora. Nesse momento, Patrícia surge e o questiona. Durante a discussão ela o chama de interesseiro. Patrícia sai e deixa o miliciano junto com Regina, que fica revoltada. Welligton vai até a casa de Edmilson e pede para conversar com o contador. Patrícia vai até a mansão de Francisco para conversar. O milionário é duro com a mãe de seu filho afirmando que ela não deveria ter ido até a delegacia para incomodar Rita. Francisco acredita que Patrícia está planejando algo para prejudicar a dançarina novamente. Com lágrimas nos olhos, ela retira um envelope de sua bolsa e entrega para Francisco. Patrícia afirma que roubou informações do dossiê, onde consta o endereço de Edmundo e Marcolino.






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here