Vanderson - Reprodução/GloboPlay
Vanderson – Reprodução/GloboPlay

Após a eliminação de Vinicius do “BBB19, na noite desta terça-feira (22), em menos de 24 horas, mais um participante deixou o reality global. Na manhã desta quarta-feira (23), o acreano Vanderson acabou deixando a competição, após receber acusações de agressão.

Quem acompanhava a transmissão ao vivo no reality, pode ver o momento em que os demais participantes ficaram sabendo da expulsão do brother. Eles foram comunicados da saída do mesmo da competição, com a justificativa que o mesmo tinha problemas aqui do lado de fora casa, porém, não receberam maiores informações. Alguns participantes caíram no choro após receberem a notícia.

Por pouco ele não foi eliminado na noite desta última terça, onde aconteceu a eliminação do Superparedão, e Vanderson ficou na penúltima posição, pela preferência do público para permanecer na atração. A diferença entre ele e o eliminado, Vinicius foi muito pouca.

A expulsão de Vanderson, se deu após a delegada Rita Salim, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá (DEAM), comparecer aos estúdios da TV Globo, no Rio de Janeiro, para intimar o biólogo e coordenador educacional indígena, Vanderson, a prestar depoimento em inquérito instaurando após denúncias contra ele serem feitas.

E como a saída de um participante da casa do ‘BBB’ é proibida, Vanderson foi expulso da competição. Porém, assim como Fábio, eliminado antes da estreia da atração, Vanderson não será substituído no reality, e o programa seguirá com 15 participantes.

A acusação

BBB19 - Vanderson (Reprodução/TV Globo)
BBB19 – Vanderson (Reprodução/TV Globo)

A ex-namorada do participante Vanderson Brito, Maíra Menezes, se pronunciou pelo Facebook para acusar o brother de agressão. “Imagina você abrir seu celular cheio de mensagens de amigas perguntando como eu estava. O rosto do meu agressor estava por toda parte, por toda a internet. Meu Deus, só eu sei o que eu vivi. Típico relacionamento abusivo que terminou com uma agressão. Eu terminei ainda amando, mas sabia que ele ia me bater de novo. Na época, com 18/19 anos, não tive coragem de fazer a denúncia. Anos depois, todo esse sofrimento me fez amadurecer e me fez feminista. Eu não sou a única. Sofri muito na época porque ninguém acreditou em mim, mas a verdade aparece e esse ano é ano de OGUM!”, escreveu Maíra…Saiba mais!

Leia também:

Mãe de participante do “BBB19” chora após acusação contra o filho



5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here