MSN

quarta-feira, 29 de maio de 2024

BBB23: Patrocinadores repudiam assédio após polêmica no reality

Ações de MC Guimê e Cara de Sapato foram condenadas nas redes sociais como supostos caso de importunação sexual

-

-

Núcia Ferreira
Núcia Ferreira
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.
MC Guimê e Cara de Sapato são massacrados nas redes sociais – Reprodução Globo

Após uma festa no ‘BBB23’ sempre vem polêmica em seguida. E a ‘Festa do Líder’ de quarta-feira (16) acabou trazendo à tona questões de assédio contra a mulher, revoltando internautas nas redes sociais.

- Continua após o anúncio -

Após ações de MC Guimê e Cara de Sapato no reality, envolvendo ainda a mexicana Dania Mendez e a atriz Bruna Griphao uma avalanche de críticas inundou as redes sociais. O funkeiro e o lutador  foram acusados de avançar inconvenientemente contra Dania Mendez, classificando o momento de importunação sexual.

Lexa toma atitude drástica após ver MC Guimê com Dania no BBB23

Enquanto Guimê apalpou o bumbum da mexicana convidada, Sapato foi mais longe e tentou beijá-la. O funkeiro ainda mexeu com Bruna Griphao.

- Continua após o anúncio -

Até o momento, a Globo não se pronunciou, porém, alguns patrocinadores do ‘BBB23’ usaram as redes sociais, sem citar detalhes da questão, repudiaram qualquer tipo de violência contra a mulher.

No Twitter, a boneca virtual da Magazine Luiza se pronunciou. “Eu, que sou virtual, já acho extremamente ​revoltante os assédios que recebo nos comentários e DM. Agora, ​fico imaginando como as mulheres reais​ aguentam​ lida​r​ com ​importunação sexual, assédio e outras violências de todos os dias!​”, escreveu. Em outro post, Lu continuou. “Se você presenciar qualquer uma dessas situações, DENUNCIE! No SuperApp Magalu, vocês encontram um botão de denúncia e acolhimento em parceria com a ONG”.

- Continua após o anúncio -

 

Sonia Abrão pede expulsão de Guimê e Sapato do BBB23 após acusação de importunação sexual

O perfil do Mercado Livre também publicou uma mensagem de apoio às mulheres. “Até mesmo um aperto de mão, só deve acontecer quando há consentimento de ambas as partes. Nós, do Mercado Livre, estamos ao lado das mulheres e contra o assédio”, escreveu a empresa.

 

A Coca-cola também se pronunciou sobre a questão. “Papo reto aqui pra vocês: a magia só acontece na base do respeito. Qualquer atitude contrária aos nossos valores NÃO nos representa e não passamos pano!”, afirmou.

A Nestlê deixou sua indignação. “O respeito é um valor inegociável em nossas relações. Repudiamos qualquer forma de assédio e entendemos que é nosso papel, cada vez mais, nutrir o diálogo para conscientização da sociedade”, escreveu no microblog.

A Riachuelo demonstrou sua indignação contra ações desfavoráveis às mulheres. “Existem limites que não podem ser ultrapassados e assédio é um deles. Não tem nada a ver com a roupa que uma mulher usa. Defendemos o direito de todas serem e usarem o que quiserem sem ter o corpo invadido. Nossa solidariedade às mulheres que passaram e passam por esta situação”, escreveu.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Núcia Ferreira
Núcia Ferreira
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.