A emoção foi até o último segundo, e o resultado foi apertadíssimo. Por uma diferença de apenas 0,24%, Priscila perdeu o milhão para o carioca Max, mas a sul-mato-grossense garante que mesmo assim ficou muito feliz. "Quem ganhasse estava tranquilo. Não me importei de perder por uma diferença pequena porque era com amigos que gosto de coração", diz a agora ex-sister, que levou R$ 100 mil pelo segundo lugar, em entrevista após fim da nona edição do Big Brother Brasil.

A jornalista fala que poderia ter ficado magoada não visse justiça no resultado final, mas ressalta que não foi o caso. Questionada se o comentário se referia a uma possível vitória de Ana Carolina, eliminada às vesperas da grande final do programa, Priscila desconversa e não é clara se considera que a catarinense também mereceria o prêmio. ""Sim e não. Mas não via nela um espírito guerreiro, uma determinação", avalia a morena.

Pri também fala de Emanuel, com quem teve um affair dentro do confinamento. Em suas palavras, o reencontro com o modelo foi "chocante e interessante", mas ela não pensa em romance. "Mas uns casinhos uma vez ou outra, quem sabe?", brinca a sul-mato-grossense, que diz ter ficado com o catarinense na casa somente por atração.

Perguntada sobre o que sentiu mais falta no BBB, Priscila não reluta em responder: "Sexo". E brinca quando indagada com quem matará essa vontade, se com Emanuel ou com uma paixão que deixou fora da casa. "Pode ser com os dois?", diz, para risada geral. "Depois eu conto da minha primeira noite para vocês", promete.

Já Max, para quem perdeu a final do reality show, é chamado por Priscila de "irmãozão". "Eu dava bronca nele para que fosse ele mesmo, aquela pessoa simples e humilde, não o calculista", conta a morena, que fala ainda do relaciomento do carioca com Francine. "No início eu achei que não fosse verdadeiro, mas depois vi que era", opina.

Newton também é assunto para Priscila, que é questionada sobre o encontro que teve com o ex-brother antes do início do programa, após contato através do site de inscrições ao BBB – a comunidade 8p. "Estou sempre no Rio, amo o Rio, aí encontrei rapidamente com o Ton por lá, mas não rolou nada", garante. "Mas defendo ele: solteiro, bonito, no Rio…deixa ele galinhar um pouco!", diz, bem-humorada, para em seguida comentar o futuro da relação de Ton com Josi: "Quem sou eu para falar, mas gosto muito dos dois".

Sobre os planos para fora da casa, Priscila diz que, além de pensar em posar despida, pretende morar no Rio de Janeiro e apresentar um programa na televisão. "Mas nada muito sério, porque esse não é o meu perfil", diz a jornalista. "Quero trabalhar em algo que eu goste de verdade, que foi o que sempre quis", comnpleta a segunda colocada da nona edição do Big Brother Brasil.







DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here