MSN

sábado, 25 de maio de 2024

Alexandre Frota faz desabafo forte sobre resgates no RS: “É triste, mas depois choro sozinho”

Ator está em Canoas, área vermelha e onde é o ponto mais crítico para ajudar

-

-

Matheus Nunes
Matheus Nunes
Jornalista formado pela UNISUAM (Centro Universitário Augusto Motta) desde 2020. Apaixonado pelo mundo televisivo e tecnológico, atuo na área de entretenimento há dois anos cobrindo reality shows, famosos, televisão e novelas, com passagem pelo Portal EM OFF e Mixturando como repórter. No Área VIP, trago as notícias mais quentes da TV e das celebridades.
Alexandre Frota (Reprodução: Instagram)
Alexandre Frota (Reprodução: Instagram)

No final da tarde desta quinta-feira, 9 de maio, Alexandre Frota, ator e apresentador, se pronunciou após viralizar nas redes sociais nesta mesma data com foto e vídeo em que aparecia em uma moto aquática auxiliando nos resgates de pessoas e animais atingidos pelas enchentes de Canoas, no Rio Grande do Sul.

- Continua após o anúncio -

Sendo assim, durante os intervalos dos regates, Frota foi procurado pela revista Quem, onde comentou sobre a decisão da ajuda presencial, as situações que tem encontrado e os principais desafios.

+ Quadro de saúde de Alexandre Frota é atualizado; ator passou por duas cirurgias 

Alexandre concedeu uma declaração forte sobre os resgates: “É sempre muito triste e sufocante, mas não podemos chorar na frente das vítimas. Temos que ser fortes e fazer o que tem que ser feito e com disposição. Depois choro sozinho”, compartilhou o famoso, que, de acordo com as informações, passa aproximadamente 20 horas por dia atuando em uma das zonas mais críticas do estado.

- Continua após o anúncio -

Adiante, ele comentou sobre sua relação com o estado do Rio Grande do Sul e o que o motivou a ir ajudar pessoalmente ao ser questionado: “Faço esse trabalho voluntário, atuando em áreas de risco, há seis anos. Estive em Petrópolis, Caieiras, Franco da Rocha, Salvador, Itabuna, Recife, Belo Horizonte e, agora, em Canoas. Fazemos esse trabalho com muita atenção e segurança. Minha relação não é com o Rio Grande do Sul e sim com o povo e com o próximo. Faço isso por qualquer ser humano que esteja em apuros. É nessas horas que fazemos a diferença”.

+ Alexandre Frota desabafa sobre carreira e uso de drogas: “Vivia em curto-circuito” 

- Continua após o anúncio -

Ainda em entrevista a Quem, ele afirmou que está em Canoas, área vermelha e onde é o ponto mais crítico. Frota também contou que o acesso foi difícil, mas que tinha trânsito livre, pois já havia planejado com o prefeito Jairo Jorge e o Secretário da Defesa Civil, José Fortunat: “Viajei 24 horas, trazendo quatro carretas, duas para Canoas e duas para Porto Alegre em parceria com o Marcelo Bella, um empresário que não mede esforços para ajudar. Nossa equipe trouxe três jipes, duas motos aquáticas e aqui encontrei com a JM Serviços Integrados, especialista em resgates com 10 barcos com motores. Trouxemos também seis mil cobertores, 10 mil litros de água, roupas, fraldas, cestas básicas, esperança e amor”, contou.

O famoso revelou como está alojado e como tem feito para se alimentar durante essa escassez de produtos: “Durmo no carro e quando consigo um quarto no hotel divido com outros voluntários. Não tem quarto para todos. Temos alimentos, água, barras de proteína e whey pronto e marmita entregue por moradores”.

+ Apoiador de Lula, Alexandre Frota planeja criar canal de TV: “estamos pensando”

Em relação as imagens fortes, que o resto do Brasil acompanha pela Internet, Frota foi questionado sobre como é ver tudo isso pessoalmente: “É sempre muito triste e sufocante, mas não podemos chorar na frente das vítimas. Temos que ser fortes e fazer o que tem que ser feito e com disposição. Depois choro sozinho”, disse ele.

Frota comentou, em seguida, sobre a situação mais triste que encontrou: “O mais complicado foi de uma senhora em choque que precisamos ensinar a mergulhar e prender a respiração por cinco segundos. Foi difícil, mas ela conseguiu. Ela estava presa no sótão da casa”, disse ele sobre um dos vários resgates que faz. Adiante, Alexandre fez uma alerta aos famosos que estão dispostos a ajudar presencialmente: “Qualquer um que quiser ajudar é bem-vindo, mas é para ajudar de verdade, entrar na área vermelha pronto para tudo até para morrer se for preciso. E isso não é para qualquer um”, finalizou.

+ Alexandre Frota fala sobre morte de Daniella Perez: “não dá para aceitar” 

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Matheus Nunes
Matheus Nunes
Jornalista formado pela UNISUAM (Centro Universitário Augusto Motta) desde 2020. Apaixonado pelo mundo televisivo e tecnológico, atuo na área de entretenimento há dois anos cobrindo reality shows, famosos, televisão e novelas, com passagem pelo Portal EM OFF e Mixturando como repórter. No Área VIP, trago as notícias mais quentes da TV e das celebridades.