Mônica Martelli – Reprodução/Instagram

De fato, Mônica Martelli conseguiu mesmo conquistar o público brasileiro pelo seu brilhante papel no cinema brasileiro, no mais recente trabalho, em ‘Minha Vida em Marte’, sucesso nas telonas. Também comandante do ‘Saia Justa’, programa do GNT, a atriz e apresentadora está vivendo, talvez, o seu melhor momento da carreira.

Sorte no trabalho e também no amor, diga-se de passagem, no últimos dias ela assumiu namoro com o empresário Fernando Alterio. Comemorando seus 51 anos de vida nesta sexta (17), em entrevista concedida ao jornal Extra, a artista conta que a ultrapassada no cinquentenário lhe traz um sentimento maior de empoderamento. “Me sinto muito mais poderosa hoje. Sei o que eu desejo e quero para a minha vida. O autoconhecimento, eu entender quais são os meus desejos de verdade, é que me fez ser uma mulher mais poderosa”, avalia.

+ Mônica Martelli revela que sofreu três abortos espontâneos

Com planos de lançar um livro em breve, espetáculos nos palcos, programa com o humorista Paulo Gustavo e uma continuação de ‘Minha Vida em Marte’ daqui a dois anos, Mônica, assumidamente apaixonada pelo novo amor, faz uma avaliação sobre seu romance. Quero viver o cada dia, quero ser feliz, proteger o amor e a paixão da melhor forma que eu puder, vivendo o dia a dia, construindo esse amor. Estou vivendo um momento muito feliz no amor, porque estamos, nós dois, na mesma sintonia. E isso é muito especial e raro”, declara.

Mãe de Júlia Marques, de 9 anos, fruto do seu relacionamento com o produtor musical Jerry Marques, com quem esteve junta durante uma década, ela assegura que não faz planos de crescer a família. “Não penso e casar nem ser mãe novamente. Até pode ser, no futuro, se eu quiser adotar uma criança, mas no momento eu não penso. Quanto a casar, no momento só penso em namorar. Está tão bom do jeito que está, que está tão bom do jeito que está”, destaca.

Com um visual de promover inveja a muita novinha por aí, Mônica conta um pouco sobre o segredo da sua juventude, e diz almejar pela “esperança”, mesmo diante de todas as dificuldades que o país atravessa atualmente. “Sou uma pessoa feliz, que tem esperança na vida. Acordo todos os dias sempre com um propósito de vida, com algum objetivo, com esperança, mesmo a gente vivendo num momento tão difícil do país, onde a desesperança tomou conta da vida”, conclui.

Veja também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here