Apresentador da Globo não é reconhecido em shopping e termina vítima de racismo

Pedro Lins é apresentador do telejornal da faixa do meio-dia no Estado de Pernambuco e foi vítima de racismo estrutural em shopping.

-

-

Henrique Furtado
Henrique Furtado
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!
Pedro Lins
Pedro Lins – NE1/Rede Globo/Reprodução

O jornalista Pedro Lins foi aos seus perfis nas redes sociais para denunciar um caso de racismo estrutural do qual foi vítima. Por meio dos Stories do Instagram, o apresentador da primeira edição do telejornal NE, transmitido por uma afiliada da Rede Globo no Estado de Pernambuco, deu todos os detalhes do incidente do qual foi vítima.

- Continua após o anúncio -

Segundo ele, o episódio aconteceu na última quarta-feira, dia 04 de janeiro, enquanto passeava por um shopping na cidade de Recife, a capital do Estado. Quando adentrou em uma loja, a vendedora não reconheceu o famoso e insinuou que fosse o entregador de uma plataforma de delivery. Para Pedro Lins, não há dúvidas de que a cor de sua pele levou a mulher a, preconceituosamente, fazer tal confusão.

Vini Jr é alvo de novo caso de racismo: “seguirei de cabeça erguida”

Jornalista da Globo desabafa após racismo

O intuito de Pedro Lins na referida loja, que não teve o nome divulgado, era adquirir presentes para uma amiga. Acontece que o passeio se transformou em um enorme desconforto para o apresentador de televisão, o qual não deixou a situação passar ilesa e fez importantes considerações sobre o racismo estrutural existente na sociedade brasileira.

- Continua após o anúncio -

Ao ser questionado pela mulher, Pedro Lins, ironicamente, ressaltou que poderia trabalhar na plataforma de delivery caso a remuneração fosse boa. Em verdade, tratou-se de uma maneira irônica de rebater a vendedora em meio ao desconforto que o racismo estrutural por ela cometido lhe causou.

Apresentador da Globo relata racismo em shopping

“Fui entrar em uma loja do Shopping Recife. Aí, a vendedora olhou pra mim e falou assim: ‘ah, você é entregador do Rappi [aplicativo de entrega]?’. Aí, eu falei ‘não, eu vim aqui comprar, mas se o pagamento for bom quem, sabe eu não faço esse extra?!'”, relatou.

- Continua após o anúncio -

Tweets antigos de Gkay mostram apologia ao nazismo, racismo e gordofobia

Mais tarde, o apresentador da Globo replicou a mesma história em publicação no Twitter. A mensagem despertou um sentimento de indignação nos seus curtidores, rendendo mensagens de solidariedade.

- Continua após o anúncio -
BBB 24 na Área!

Enquete Paredão BBB24: Alane, Davi ou Michel – Quem Sai? Vote!

Qual dos participantes deste Paredão deve ficar no BBB 24? Vote e veja a parcial para saber quem deve ser eliminado!

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Henrique Furtado
Henrique Furtado
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!