fbpx

Cantora gospel, Ana Paula Valadão, será investigada por homofobia

-

Lívia Cout
Redatora web, com passagem pelo portal R7. é especialista em otimização de textos e informações sobre o mundo dos famosos aqui no Área VIP.

Comente

Veja também

De pijama, Andressa Suita mostra mais momentos de viagem com amigas

A modelo continua celebrando o aniversário de 33 anos

Thiaguinho lamenta morte de um membro de sua banda

O cantor Thiaguinho, comove a todos em seu perfil do Instagram, com uma linda homenagem para seu amigo que morreu

Cantora gospel, Ana Paula Valadão, será investigada por homofobia - Foto: Reprodução/Instagram@anapaulavaladao
Cantora gospel, Ana Paula Valadão, será investigada por homofobia – Foto: Reprodução/[email protected]

De acordo com as informações do portal UOL, o Ministério Público Federal recebeu e aceitou uma denúncia de homofobia contra Ana Paula Valadão. Sendo assim, a cantora gospel será investigada por realizar declarações homofóbicas, feitas no Congresso ‘Diante do Trono’ em 2016. Congresso este que viralizou no Twitter somente este ano (2020). Basicamente, a famosa falava sobre a AIDS.

+Segundo nora de Flordelis, a deputada federal teria dito que Anderson do Carmo foi morto por ”atrapalhar a obra de Deus”

Ana Paula Valadão, faz declarações homofóbicas em Congresso

A Bíblia chama de qualquer opção contrária ao que Deus determinou, de pecado. E o pecado tem uma consequência que é a morte. Taí a aids para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte e contamina as mulheres, enfim… Não é o ideal de Deus.“, dizia Ana Paula Valadão durante as filmagens que viralizou na Internet.

Confira vídeo:

Inquérito

Em suma, em setembro, o ativista LGBTI+ Agripino Magalhães pediu que o Ministério Público de Belo Horizonte abrisse um inquérito para apurar crime de homofobia nas declarações da cantora. Por fim, já no dia dia 17 de novembro, o procurador Helder Magno da Silva aceitou a denúncia e determinou a abertura de inquérito.

Dentre as justificativas, escreveu: ”Remonta à década de 1980 a narrativa da AIDS como “doença/câncer/peste gay” ou mesmo “castigo de Deus“, que se baseava na desinformação sobre o vírus e desconhecimento sobre a doença; tal concepção, inclusive, foi há muito superada pelo conhecimento médico-científico.”

Enfim, ainda segundo as informações, o inquérito vai “apurar eventual prática de conduta discriminatória caracterizadora de discurso de ódio sexual e contra pessoas portadoras do HIV“. Aliás, até o momento da publicação desta nota a cantora gospel não se manifestou sobre o ocorrido.

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP - TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos Famosos - Clique Aqui!

Lívia Cout
Redatora web, com passagem pelo portal R7. é especialista em otimização de textos e informações sobre o mundo dos famosos aqui no Área VIP.

Últimas TV & Famosos