fbpx
segunda-feira, 17 de maio de 2021

Últimas

Com discurso contra o racismo, Zozibini Tunzi comemora o título de Miss Universo 2019

-

Elisangela Ribeiro
Jornalista e Radialista com passagens por emissoras como Top FM, Band e Capital AM. No Área VIP atuo como web redatora especializada em celebridades, famosos e o universo Sertanejo.

Comente

Veja também

- Continua após o Banner -

Zozibini Tunzi - Miss Universo 2019 (Reprodução/Instagram/zozitunzi)
Zozibini Tunzi – Miss Universo 2019 (Reprodução/Instagram/zozitunzi)

- Continua após o anúncio -

O mundo da beleza já tem uma nova eleita, na noite da último domingo (8), a sul-africana Zozibini Tunzi venceu o concurso de “Miss Universo 2019“.

+Miss que fez vídeo debochando de entregador vai perder o título

Um sonho que muitas mulheres almejam conquistar. Hoje o concurso apesar de ser sobre beleza, consegue ser muito mais que isso, ele consegue fazer com que as mulheres se sintam representadas no sentido de terem uma causa a defender.

- Continua após o anúncio -

O evento foi realizado em Atlanta, nos Estados Unidos, com 88 candidatas, que foi comandado por Stephen Harvey, que é radialista e humorista, como sempre ele levou a atração em clima de total descontração deixando as candidatas muito a vontade e fazendo graça inclusive com ele mesmo que em 2016 acabou errando o nome ao anunciar a finalista do concurso daquele ano.

Após gafe, candidata das Filipinas ganha o Miss Universo 2015

- Continua após o anúncio -

Após ser consagrada como a mulher mais linda do universo e já com a coroa, Zozibini  aproveitou para fazer um discurso onde o principal objetivo era falar sobre preconceito, o racismo e o machismo.

A musa falou sobre as dificuldades das mulheres negras se verem bonitas. “A sociedade foi programada durante muito tempo para não ver a beleza de maneira negra. Mas agora estamos entrando em um tempo em que finalmente as mulheres como eu podem saber que somos bonitas”.

E a vencedora muito feliz continuou seu discurso: “É uma honra absoluta representar, como negra e africana, a inclusão e a diversidade”.

Tunzi é a terceira sul-africana a levar o título, após as vitórias de Demi-Leigh Nel-Peters (2017) e Margaret Gardiner (1978). Ela também é a primeira negra a vencer o concurso desde 2011, quando Leila Lopes, de Angola, acabou levando a coroa quando o concurso foi realizado aqui no  Brasil.

O segundo lugar ficou com Madison Anderson, de Porto Rico, e o terceiro foi para a mexicana Sofía Aragón. Já a nossa mis Brasil, Júlia Horta conseguiu sua classificação entre as 20 mulheres mais bonitas do mundo.

Assista o vídeo:

- Continua após o anúncio -

+ Novidade: Área VIP no Telegram – Clique Aqui e fique por dentro!

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP – TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos FamososClique Aqui!

Elisangela Ribeiro
Jornalista e Radialista com passagens por emissoras como Top FM, Band e Capital AM. No Área VIP atuo como web redatora especializada em celebridades, famosos e o universo Sertanejo.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas TV & Famosos