MSN

quarta-feira, 22 de maio de 2024

Diretor de Titanic destaca semelhança de acidente com submarino e navio

O submersível  levava tripulantes para ver a famosa embarcação no fundo do mar

-

-

Núcia Ferreira
Núcia Ferreira
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.
James Cameron lamentou acidente com submersível – Reprodução Twitter

O acidente trágico com o submarino com cinco tripulantes nos Estados Unidos chocou o mundo. O cineasta James Cameron, diretor do filme ‘Titanic’, de 1997, comparou a tragédia ao próprio naufrágio do famoso navio.

- Continua após o anúncio -

Em entrevista ao canal americano ABC News, Cameron se mostrou transtornado com o acidente. “Estou chocado com a semelhança com o desastre do Titanic em si, no qual o capitão foi repetidamente avisado sobre o gelo à frente de seu navio, e no entanto continuou a toda velocidade em um campo de gelo”, disse o diretor.

César Tralli surge com plantão no ‘Encontro’ e atualiza caso do submarino com turistas desaparecido

Além de dirigir o filme sobre o trágico naufrágio  de 1912, Cameron também é um explorador experiente de profundezas, e visitou os destroços da embarcação 33 vezes. “Como um desenvolvedor de submersíveis, eu mesmo desenhei e construí um submersível, para ir ao local mais profundo do oceano, três vezes mais fundo que o Titanic, então eu entendo os problemas de engenharia associados com a construção desse tipo de veículo”, afirmou ele.

- Continua após o anúncio -
James Cameron e Bill Paxton em cena de ‘Fantasmas do abismo’ – Divulgação

A Guarda Costeira dos Estados Unidos anunciou esta quinta-feira (22) que o submarino, desaparecido desde domingo (18) com cinco tripulantes, havia implodido e que todos os que estavam a bordo são considerados mortos.

Luciano Huck chama tripulantes de submarino de idiotas: “mórbido”

- Continua após o anúncio -

Durante a entrevista, Cameron disse que era próximo de um dos passageiros do Titan. “Paul-Henry Nargeolet, o lendário piloto francês, é um amigo meu”, falou o cineasta. “É uma comunidade muito pequena. Eu o conheço há 25 anos. Que ele tenha morrido dessa forma trágica é quase impossível de processar”.

Tragédia no Oceano Atlântico

O empresário britânico Hamish Harding, Paul-Henry Nargeolet, maior especialista no naufrágio do Titanic e ex-comandante da Marinha Francesa, o empresário paquistanês Shahzada Dawood, e seu filho, Sulaiman Dawood eram os tripulantes da pequena navegação.

O Titan, submarino da empresa OceanGate, desapareceu no Oceano Atlântico e tinha capacidade para cinco pessoas, sendo um espaço para o piloto, três convidados pagantes e um funcionário da empresa de turismo. A embarcação pesava 10.432 kg e podia atingir a profundidade de até 4.000 metros. Ela tinha 96 horas de suporte de vida disponíveis para cinco pessoas, caso algo acontecesse, e o ar-respirável teria acabado na manhã desta quinta-feira, se o veículo estivesse intacto.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Núcia Ferreira
Núcia Ferreira
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.