Eduardo Sterblitch – Reprodução: Instagram

O ator e humorista da TV Globo, Eduardo Sterblicth, que iniciou a sua carreira no ‘Pânico’, quando ele ainda estava na RedeTV!, rapidamente se tornou um dos personagens mais importantes de seu antigo programa.

+ No elenco de ‘Éramos Seis’, Eduardo Sterblitch revela porque não fazia novelas

No entanto, a sua participação na atração, que foi para a Band, foi interrompida. Ele saiu do ‘Pânico’ e passou por um momento difícil pois, ganhava muito bem e, do nada, estava fazendo teatro, uma das atividades que ‘pagam menos’ para os atores. Em conversa com o jornal ‘O Dia’, Eduardo Sterblitch relembrou os momentos difíceis que viveu:

+ Eduardo Sterblitch e Maria Eduarda de Carvalho celebram parceria em ‘Éramos Seis’

“Quando saí do ‘Pânico’ foi um momento difícil. Ganhava bem, saí para fazer teatro. Não queria fazer sucesso, queria fazer sentido, quero jogar, fazer coisas diferentes. E como sou bem ruim lidando com grana, percebei que fui maluco, porque sou assim, poucas pessoas arriscariam. Segui meu coração”, disse hoje, que colhe os frutos de sua decisão: “Pela primeira vez as pessoas pararam de me chamar de ‘o cara do Pânico’ e me chamam de ‘o cara da novela'”.

+ Eduardo Sterblitch desabafa e revela pressão para se tornar pai aos 32 anos

Ainda na entrevista, o global, que é casado há cinco anos com a também atriz Louise D’Tuani, falou sobre a pressão imposta por ele para ser pai. Ele também não negou que sente a vontade: “Claro que mexe. Eu penso nisso mesmo que não queira pensar, algumas vezes por dia, sei lá. Ainda mais com a chegada da filha da Tatá (Werneck) com o Rafa (Vitti) e do filho da Letícia (Colin) com o Michel (Melamed). Mas quando a sociedade impõe algo, eu normalmente vou na contramão dela, se querem que faço algo, eu faço o contrário”, disse Eduardo Sterblitch.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here