Luto - Museu Nacional/Instagram
Luto – Museu Nacional/Instagram

Na noite deste domingo (2), um incêndio atingiu o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio de Janeiro.

As imagens do fogo queimando o acervo do mais antigo museu do país, que completou 200 anos em 2018 e já foi residência de um rei e dois imperadores, foi desesperadora. De acordo com o G1, a maior parte do acervo, de cerca de 20 milhões de itens, foi totalmente destruída. Fósseis, múmias, registros históricos e obras de arte viraram cinzas. Pedaços de documentos queimados foram parar em vários bairros da cidade.

Famosos usaram as redes sociais para lamentar o ocorrido.

Confira as mensagens:

Perda inestimável de um enorme acervo do patrimônio histórico brasileiro. Resultado de uma politica cultural equivocada que não valoriza nossos museus como deveria. Entender nosso passado, é o melhor jeito de desenhar nosso futuro. Muito triste com a cena do museu ardendo em chamas”, Luciano Huck.

“O Museu Nacional do Rio de Janeiro tinha 200 anos. Era lindo, repleto de história do Brasil e do mundo, reunia pesquisas valiosas e um acervo que ia desde fósseis gigantes a peças da primeira civilização do mundo, o Egito. Estava há anos sem manutenção. Mais uma vez os nossos “comandantes” não deram prioridade para a cultura do nosso país. Havia uma previsão de restauração, mas não deu tempo. Hoje um incêndio destruiu essa preciosidade do nosso Brasil, da nossa história. Que pena. Arraste pra ver o triste fim do #museunacional”, Eliana.

200 anos de História do Brasil virando cinzas!“, Sônia Abrão.

Muito triste ver nossa parte da nossa história se perdendo em chamas. Uma perda irreparável. Milhares de peças destruídas, registros importantes, nossa cultura em cinzas. O trabalho de centenas de anos e milhares de pessoas se perdendo para sempre. Lastimável para o nosso País. Museu Nacional no Rio de Janeiro“, Celso Portiolli.

“Um país de vergonha ! Esse Museu Nacional do RJ não tinha mais verba pra NADA. Tantos vagabundos políticos roubaram o estado, o Rio foi saqueado, lá tudo está quebrado ! Quem paga isso agora ? O valor cultural do Brasil também estava lá. Esse Brasil não tem respeito político para zelar de um prédio tão importante como esse. Um estado falido que jogou dinheiro fora pela corrupção e agora ? Essas chamas queimaram a história viva de um povo. Só aqui pra isso acontecer. Aliás esse incêndio foi criminoso ? Nada se apura…assim caminha um País de todos”, Geraldo Luís.

Que tragédia! 💔 #museunacionaldoriodejaneiro #luto#descaso“, Angélica.

Que tragédia! 💔 #museunacionaldoriodejaneiro #luto #descaso

A post shared by @ angelicaksy on

Fruto do mais absoluto descaso. É assim que nossa Cultura está sendo tratada. Que tristeza. #museunacionaldoriodejaneiro“, Patricia Pillar.

“Símbolo de um Brasil que desaba. A história do nosso país sendo lambida pelo fogo. Não é a primeira vez. O MAM queimou, o acervo de Helio Oiticica queimou, Cinemaca Brasileira pegou fogo, o Museu da Língua Portuguesa também foi queimado! É muita falta de amor ao Brasil, cultura e história. Museu Nacional”, Marina Ruy Barbosa.

“Uma tragédia sem precedentes é o incêndio no Museu Nacional na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. Seu presente de 200 anos foram cortes orçamentários que levaram à completa destruição de 20 milhões de peças. O museu mais antigo do país, onde funcionou a sede da Monarquia, foi abaixo pela irresponsabilidade de como as autoridades vêm tratando a memória histórica e o conhecimento. Perdemos um acervo histórico, arqueológico, antropológico, etnográfico e de História Natural respeitável internacionalmente. Tínhamos a maior coleção egípcia da América Latina, com múmias intactas dentro de seus sarcófagos. Acervo africano, americano pré-colombiano, grego, mediterrâneo, do Brasil pré-histórico e fósseis até mesmo da mais antiga brasileira já encontrada: Luzia. Havia ainda animais desde a explosão cambriana, dinossauros, a megafauna do pleistoceno, como a preguiça gigante e até mesmo milhares de borboletas. Perdemos uma biblioteca insubstituível, com obras raríssimas como os livros da expedição de Napoleão no Egito e o diário de viagem de Dom Pedro II às pirâmides e a Luxor. Pesquisas em andamento viraram pó. A memória e a ciência brasileira e mundial estão em luto. Uma dor irreparável! Que nestas eleições, haja um compromisso dos políticos com a memória, a história e a ciência. Minha solidariedade a todos os trabalhadores e pesquisadores.” Prof. Thomas de Toledo, doutorando em Arqueologia pelo MAE/USP. 💔 Tragédia sem precedentes, mas também tragédia anunciada. Fruto do descaso e da negligência do nosso governo. Uma perda imensurável pra história e pra ciência do nosso país”, Bruna Marquezine.

“Que tristeza …. o que aconteceu com o Museu Nacional, no Rio de Janeiro. É como se uma parte de mim, de cada um de nós, brasileiros, também tivesse sido queimada. Uma tragédia!!!”, Neymar.

200 anos de história. 20 milhões de peças. Patrimônio histórico, cultural, arqueológico e científico. Itens que jamais serão recuperados. Por negligência e descaso, perdemos parte da nossa história. Hoje acordamos com coração apertado, uma tristeza muito grande. Depois de tanto celebrar nosso país e nossa cultura ontem no BR Day, saber de tamanha perda para a história e futuro do nosso Brasil me deixa perplexa. Sigamos firmes, atentos e cobrando medidas para que nossas autoridades evitem mais e mais tragédias anunciadas. #LutoMuseuNacional“, Ana Furtado.

“O bom dia de hoje infelizmente vem com uma notícia trágica para o nosso país. O Museu Nacional, no Rio de Janeiro, foi devastado por um incêndio e um acervo histórico importantíssimo se perdeu. Um país que não tem cultura não tem alma! Precisamos valorizar e cuidar melhor do nosso patrimônio histórico! #museunacionaldoriodejaneiro#quintadaboavista #incendio”, Ana Hickmann.

Veja também:

Famosos lamentam tragédia envolvendo equipe da Chapecoense



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here