Onofre Veras/AgNews

Proprietários de salas no edifício comercial Ahead, em Pinheiros, da PDG, entraram com ações na Justiça por conta do atraso na entrega dos imóveis. Também protocolaram carta no Ministério Público alegando que o prédio tem um débito de IPTU e que a PDG não entrega os documentos necessários para a realização de financiamento. A incorporadora diz “que o IPTU está totalmente pago”. E afirma que ainda não foi comunicada pelo Ministério Público sobre qualquer ação.

De acordo com a coluna Mônica Bergamo do jornal Folha de S.Paulo, os irmãos cantores Jair Oliveira e Luciana Mello, donos de uma sala no local, são alguns dos proprietários que entraram com ação contra a PDG. Ganharam na Justiça uma liminar obrigando a incorporadora a entregar o imóvel em um prazo de até 48 horas e a pagar uma multa de R$ 10 mil. Já foram contatados e receberam as chaves do imóvel.



1 COMENTÁRIO

  1. Bem feito para esta construtora de meia pataca. Eles estão deixando sua marca porca de mau acabamento em vários empreendimentos. Sem contar a falta de compromisso de cumprir prazos e contratos. Se nem artista se livrou da má atuação da PDG imagina então nós reles mortais. Ao comprar um imóvel, diga não à PDG! Não caia nessa fria!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here