MSN

terça-feira, 25 de junho de 2024

Luciano Huck promove jantar com bolsonaristas e classifica encontro: “Conversa de amigos”

Apresentador promoveu jantar para cerca de 15 pessoas

-

-

Colaboradores
Colaboradores
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!
Luciano Huck
Luciano Huck (Globo/João Cotta)

Se de um lado a Globo está elevando o tom contra o governo Lula nos últimos meses, Luciano Huck, por outro lado, está se reunindo com bolsonaristas. Na noite desta última sexta-feira (17), o apresentador global promoveu um jantar onde reuniu nomes como o do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e do governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos).

- Continua após o anúncio -

De acordo com informações da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, Luciano Huck classificou o jantar que contou com cerca de 15 pessoas, como uma “conversa de amigos”.

+ Luciano Huck faz apelo após vizinhos resgatarem criança de 6 anos de apartamento em chamas no RS

Porém, o timing do apresentador acaba coincidindo com um novo atrito entre o governo de Lula com Campos Neto em relação a taxa Selic, que baixou de 10,75% para 10,5%, enquanto era esperada redução de 0,5%.

- Continua após o anúncio -

Além disso, Tarcísio, está sendo visto com bons olhos pela família Marinho, ele sequer cumpriu agenda como governador após a sua volta dos EUA, onde ele participou de encontros de investidores promovidos pelo Itaú e pelo BTG Pactual na busca de compradores para a venda da Sabesp e outras 44 autarquias públicas que planeja colocar em leilão até o final de 2026.

O que existe em comum entre Luciano Huck, Campos Neto, Tarcísio e a Globo, é que ambos estão apostando em uma alternativa mais alinhada aos interesses do sistema financeiro neoliberal para poder enfrentar a tentativa de reeleição de Lula.

- Continua após o anúncio -

+ Sem futebol aos domingos, Globo define substituto e deixa Luciano Huck de lado

A aliança entre Luciano Huck e os neoliberais que se alinharam ao neofascismo de Bolsonaro a partir de 2018, vale dizer, não é nova.

O apresentador, por sua vez, nunca escondeu as suas pretensões de disputar a Presidência da República e o primeiro entusiasta para que ele colocasse o seu nome como candidato foi justamente Paulo Guedes, ex-ministro da Economia de Jair Bolsonaro (PL).

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Colaboradores
Colaboradores
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!