fbpx

Maju Coutinho se emociona ao falar de época em que sofreu racismo

-

Elisangela Ribeiro
Jornalista e Radialista com passagens por emissoras como Top FM, Band e Capital AM. No Área VIP atuo como web redatora especializada em celebridades, famosos e o universo Sertanejo.

Comente

Veja também

Cantor sertanejo Donizeti, de ‘Galopeira’, se vira como pode para sobreviver

Veja o que Donizeti falou sobre a sua nova fase.

BBB21: Caio expõe ciúmes de Fiuk ao ver Thais com Rodolffo

Veja o que Caio falou sobre Fiuk no 'BBB 21'.

Cantor sertanejo Edson é internado com Covid-19

Veja o que aconteceu com o cantor sertanejo Edson.

Maju Coutinho - Reprodução/Globo
Maju Coutinho – Reprodução/Globo

Maria Júlia Coutinho, a jornalista mais conhecida como  Maju, que transmite notícias diariamente e está a frente de um grande Jornal nas tardes da TV Globo, o Jornal Hoje, esteve como convidada especial em um programa na GloboNews e abriu o coração.

+Maju Coutinho faz agradecimento ao receber prêmio

Uma forte corrente de protestos pelo mundo e nas redes sociais foram vistas nos últimos dias sobre um assunto que infelizmente ainda é muito presente nos dias atuais, o racismo.

Na noite desta quinta-feira (3), a jornalista esteve na atração “Em Pauta”, que teve a participação de outros colegas negros, as jornalistas Zileide Silva, Flávia Oliveira, Lilian Ribeiro e Aline Midlej. Ela falou sobre os momentos em que foi vítima do racismo.

+Marina Ruy Barbosa comenta sobre racismo: Estou buscando aprender e me conscientizar;

A apresentadora do “Jornal Hoje”, revelou que sofreu ao longo de sua vida, fez relatos de quando ainda era muito pequena e que isso infelizmente continuou por anos, mesmo depois de adulta e já trabalhando como repórter.

O racismo é desde o nascimento, desde a infância. Eu tenho a lembrança desde pequena, desde criança, uma coleguinha ter perdido o estojo e ela decidiu que eu peguei”, começou.

Ela seguiu falando de outros momentos ruins: “Eu já era adulta, estava no litoral, meus pais tem uma casa em Guaraqueçaba. Eu passei na rua sozinha e tinha um grupo de jovens brancos do lado da casa dos meus pais e acho que eles não sabiam que a gente tinha uma casa lá. E começaram brincadeiras, barulhos de macaco. Eu voltei revoltada pra casa dos meus pais, chorei, comentei, fiquei brava… Mas eu voltei e estraguei a festa. Disse que não poderia acontecer, que era racista. Eles ficaram assustados”, relatou.

+Paulo Gustavo cede seu Instagram para DJamila falar sobre racismo

+ Novidade: Área VIP no Telegram – Clique Aqui e fique por dentro!

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP – TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos FamososClique Aqui!

Elisangela Ribeiro
Jornalista e Radialista com passagens por emissoras como Top FM, Band e Capital AM. No Área VIP atuo como web redatora especializada em celebridades, famosos e o universo Sertanejo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas TV & Famosos