fbpx

Morre Contardo Calligaris, escritor e psicanalista, em São Paulo

-

Elisangela Ribeiro
Jornalista e Radialista com passagens por emissoras como Top FM, Band e Capital AM. No Área VIP atuo como web redatora especializada em celebridades, famosos e o universo Sertanejo.

Comente

Veja também

- Continua após o Banner -

Contardo Calligaris Foto Ares Soares Universidade de Fortaleza
Contardo Calligaris/ Foto: Ares Soares Universidade de Fortaleza/Divulgação

- Continua após o anúncio -

Morreu nesta terça-feira (30) Contardo Calligaris, aos 72 anos, em São Paulo. O psicanalista, escritor e dramaturgo estava internado no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo. Ele estava lutando contra um câncer.

+ Morre Bispo Dom Juventino Kestering vítima da Covid-19

Max Calligaris, filho do autor, usou as redes sociais e escreveu: “Espero estar à altura. Diante da proximidade da morte, essa foi a frase do meu pai. Ele se foi agora“.

- Continua após o anúncio -

Desde de 1999, colunista da “Folha de S.Paulo”, Contardo publicou seu último texto no jornal em 17 de fevereiro, onde falou sobre o fim do governo Donald Trump nos Estados Unidos. A primeira vez que esteve no país foi em 1986, quando esteve no páis para dar palestras sobre seu primeiro livro de psicanálise, “Hipótese sobre o fantasma”.

+Morre a avó de Barack Obama

- Continua após o anúncio -

Sua primeira formação foi em epistemologia genética, na Suíça, em uma faculdade em que Jean Piaget (1896-1980) palestrava. Contardo também fez graduação em letras, o que o permitiu ensinar teoria da literatura.

Mais tarde, em Paris, dedicou-se ao doutorado em semiologia, com o escritor e intelectual francês Roland Barthes (1915-1980), considerado um dos maiores linguistas de todos os tempos. Foi nessa época que Contador começou a fazer análise e passou a se interessar por psicanálise. Nascido em Milão, na Itália, em 2 de junho de 1948, Contardo se casou no Brasil e, por um período, se dividiu entre os dois países, antes de se mudar de vez para o Brasil.

+Morre mãe de Padre Fábio de Melo vítima da Covid-19

Outro jornalista que morreu no último sábado (27), foi o jornalista esportivo Paulo Stein, em decorrência da Covid-19. Ele tinha 73 anos e 50 anos de carreira no jornalismo.

Paulo começou a carreira na década de 60 e passou por grandes meios de comunicação como Rede Manchete, Band, Record, Sportv , Premiere e Espn. Seu último trabalho foi no ano de 2019 no Sportv!... Siga lendo!

- Continua após o anúncio -

+ Novidade: Área VIP no Telegram – Clique Aqui e fique por dentro!

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP – TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos FamososClique Aqui!

Elisangela Ribeiro
Jornalista e Radialista com passagens por emissoras como Top FM, Band e Capital AM. No Área VIP atuo como web redatora especializada em celebridades, famosos e o universo Sertanejo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas TV & Famosos