Roberto Farias - Reprodução/TV Globo
Roberto Farias – Reprodução/TV Globo

Morreu nesta segunda-feira (14), aos 86 anos de idade, um dos diretores mais importantes do cinema nacional, Roberto Farias, irmão do ator Reginaldo Farias. Ele se tratava de um câncer.

Quem confirmou a informação foi a TV Globo, onde Roberto realizou os seus últimos trabalhos. Talentoso, Roberto produziu mais de 25 filmes, entre eles, o clássico filme brasileiro, “Assalto ao Trem Pagador”, de 1962. O filme foi o responsável por inovar e deixar os sets de gravações, e invadir as ruas das cidades, dando assim, mais realismos às cenas de ação.

Ele também foi o responsável pela trilogia “Roberto Carlos em Ritmo de Aventura” (1969), “Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa” (1970) e “Roberto Carlos a 300 Quilômetros por Hora” (1971).

O último trabalho do profissional no cinema foi o filme “Os Trapalhões no Auto da Compadecida”, em 1987, que vendeu na época mais de 2 milhões de ingressos. Na TV Globo, dirigiu séries como “As Noivas de Copacabana” (1992), “Memorial de Maria Moura” (1994) e “Decadência” (1995).

Claudia Celeste

Claudia Celeste - Reprodução/OI Play
Claudia Celeste – Reprodução/OI Play

Morreu aos 66 anos de idade, neste último domingo (13), a atriz Claudia Celeste, no Rio de Janeiro. Ela é conhecida por ter sido a primeira travesti a fazer uma novela no Brasil, quando atuou na novela “Espelho Mágico”, na TV Globo, exibida no ano de 1977.

Mas, devido a forte repercussão que gerou na época, teve uma pressão por parte dos militares, pois, na ocasião o Brasil estava passando pela ditadura, e a personagem de Claudia acabou sendo censurada…Leia mais!

Confira também:

Morre Dona Alda, mãe de Xuxa Meneghel



2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here