Globo/ Fernando Pilatos
Globo/ Fernando Pilatos

Oscar Magrini negou que tivesse sido proibido de fazer uma publicidade na cidade de Rio Verde, em Goiás. Em conversa com a coluna Retratos da Vida do jornal Extra, o ator explicou que nunca existiu negociação alguma sobre trabalhos desse tipo por lá e acrescentou que só esteve na cidade para gravar e divulgar a novela “Em família”.

“Não sei de onde essa história surgiu. Ninguém sabe. É tudo mentira e quero uma retratação. Eu nunca negociei fazer publicidade em Goiás. Estive lá apenas para divulgar a novela”, explicou ele, falando pela primeira vez sobre o assunto.

Ainda se acordo com a publicação, segundo nota divulgada pelo site G1, o juiz Márcio Morrone Xavier teria proibido, por meio de uma liminar, que a Prefeitura de Rio Verde contratasse o ator para fazer um vídeo institucional. A produção custaria aos cofres públicos cerca de R$ 198 mil, mas teria sido vetada porque, segundo o juiz, o município não vinha cumprindo os deveres administrativos, como saúde e educação. A publicação informou ainda que a prefeitura negou que houvesse contratado o ator.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here