MSN

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Raul Gazolla diz que Guilherme de Pádua dormia de conchinha com outros presos na cadeia

Raul Gazolla revelou alguns polêmicos detalhes da estadia de Guilherme de Pádua na cadeia após acabar com a vida de Daniella Perez.

-

-

Henrique Furtado
Henrique Furtado
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!
Raul Gazolla e Guilherme de Pádua
Raul Gazolla e Guilherme de Pádua – YouTube | Reprodução

Raul Gazolla afirmou que Guilherme de Pádua, condenado pelo assassinato de sua mulher, Daniella Perez, dormia de conchinha com outros presos dentro da cadeia. Além disso, o artista lamentou o fato do finado ator, que perdeu a vida por conta de um infarto em novembro de 2022, ter angariado fãs em todo o país por conta do crime que cometeu.

- Continua após o anúncio -

Em entrevista concedida ao podcast Jerusa Defende, Raul Gazolla afirmou ter tomado conhecimento de informações sobre a vida íntima de Guilherme de Pádua a partir de um dos delegados responsáveis pelo acompanhamento do caso.

Viúva de Guilherme de Pádua prepara ambicioso projeto para reviver o ‘legado’ do marido

As revelações foram feitas por Raul Gazolla na tentativa de evidenciar a facilidade com a qual um psicopata consegue se adaptar a um ambiente distinto em um intervalo de tempo consideravelmente curto. “Para você ver o desprendimento com qualquer padrão dentro da sociedade, ele foi preso num dia, no dia seguinte o delegado foi lá e ele estava dormindo de conchinha com outro preso. Isso ninguém sabe, mas eu sei. Ou seja, para ele, não tem lugar que ele não se adapte. O psicopata adapta a qualquer lugar”, refletiu.

- Continua após o anúncio -

Em outro momento da entrevista, o veterano demonstrou perplexidade diante da mente doentia de diversas pessoas que nutriam uma espécie de sentimento de admiração por Guilherme de Pádua em virtude do crime que cometeu. Com efeito, o ator foi agraciado com cartas, muitas delas com teores amorosos, enviadas por mulheres apaixonadas com a sua personalidade, além de diversos mimos, como bolos e outros tipos de presentes.

Juliana Lacerda faz tatuagem em homenagem a Guilherme de Pádua

- Continua após o anúncio -

“O Guilherme, quando foi preso na época, não tinha 48 horas que ele foi preso, já estava recebendo na cadeia: cartas de solidariedade, bolinhos… Recebeu vários presentinhos na cadeia. É surreal!”, lamentou.

Guilherme de Pádua cumpriu sete anos de prisão em regime fechado e foi posto em liberdade condicional ainda que tenha sido condenado a quase 20 anos de prisão pelo assassinato de Daniella Perez, em 1992. Ambos contracenavam na novela De Corpo e Alma, então transmitida pela Rede Globo.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Henrique Furtado
Henrique Furtado
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!