terça-feira, 3 de agosto de 2021

Últimas

Rede Globo é processada por Marcos Harter e obrigada a entregar vídeos e áudios do BBB17

-

Lívia Cout
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!

Comente

Veja também

- Continua após o Banner -

Rede Globo é processada por Marcos Harter e obrigada a entregar vídeos e áudios do BBB17 - Foto: Reprodução/Instagram/Montagem ÁreaVIP
Rede Globo é processada por Marcos Harter e obrigada a entregar vídeos e áudios do BBB17 – Foto: Reprodução/Instagram/Montagem ÁreaVIP

- Continua após o anúncio -

De acordo com as informações do blogueiro Hugo Gloss, a Justiça mandou a Rede Globo entregar todos os vídeos e áudios gravados no confessionário do reality show, na edição 17. Aliás, a decisão se deu logo após uma apelação de Marcos Harter, que processou a emissora por danos morais e materiais por ter sido expulso do programa às vésperas da final da atração. Por fim, o cirurgião plástico pede uma indenização no valor de R$ 750 mil.

+Atores da TV Globo estão pensando em deixar a emissora

Marcos enquadra Rede Globo na Justiça

Sendo assim, tudo que aconteceu nos dias 9 e 10 de abril de 2017 será entregue a Justiça, devido a polêmica com Emilly.

- Continua após o anúncio -

Em suma, no processo, o médico provou com prints extraídos do Globoplay que Emilly Araújo foi chamada ao confessionário por três vezes no período indicado. Desse modo, o motivo de tantas conversas com a influenciadora digital seria a preocupação da direção com o relacionamento amoroso entre ela e o ex-BBB, apontado pelos fãs como ‘relacionamento abusivo’. No entanto, a Globo entregou apenas dois vídeos à Justiça.

Por fim, em um deles, a direção do reality conversa individualmente com Marcos e com Emilly. Já no segundo, a advogada da emissora e um médico interrogam Emilly sobre as supostas agressões físicas sofridas durante o namoro com o médico dentro do confinamento. Contudo, a gravação da terceira ida da campeã do BBB17 ao confessionário não foi apresentada em juízo.

Juíza da prazo de 15 dias

- Continua após o anúncio -

Além disso, a juíza Ana Lúcia Xavier Goldman, protocolou sua decisão em 20 de novembro. Antes de mais nada, vale lembrar que ela é da 28ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. A juíza ordena que a emissora apresente todas as gravações registradas no confessionário na data em que Marcos Harter foi expulso.

“Se realmente a participante Emilly ingressou no ‘confessionário’ três vezes no dia 10/04/2017, caso em que deverá trazer as respectivas mídias de gravação, à luz dos princípios da boa-fé, lealdade processual e cooperação […]. Prazo: 15 dias.”, determinou enfim.

- Continua após o anúncio -

+ Novidade: Área VIP no Telegram – Clique Aqui e fique por dentro!

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP – TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos FamososClique Aqui!

Lívia Cout
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!

Últimas TV & Famosos