MSN

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Sheila Mello revela que a filha sofreu assédio na escola e faz alerta aos pais

“Eu fiquei revoltada”

-

-

Núcia Ferreira
Núcia Ferreira
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.
Sheila Mello e a filha, Brenda – Reprodução Instagram

Nesta terça-feira (17), Sheila Mello usou as redes sociais para fazer um alerta aos pais a partir de uma história que aconteceu com a sua filha, Brenda, de 9 anos. A dançarina contou que a herdeira sofreu assédio na escola e história foi considerada brincadeira pela direção.

- Continua após o anúncio -

Em seu perfil no Instagram, Sheila narra o episódio em bate papo com a psicopedagoda Nivea Contreras. “Eu fui buscar a Brenda tava chorando, aí ela me contou, que quatro meninos seguram elo para um quinto menininho beijar.  Eu identifiquei a cena e falei: ,’poxa, isso é assédio’, eu não saberia antes”, lembrou.

Sheila Mello relembra passado com É O Tchan: “muito emocionante”

Sheila se revoltou ainda mais ao não contar com o apoio da direção da escola. “E o que mais me doeu e causou uma revolta e questionamentos,  quando eu levei pra diretoria: ‘ foi nada mãe, foi uma brincadeira’ e eu falei pra diretora: ‘não foi brincadeira, brincadeira é quando todo mundo topa, isso chama-se assedio’” afirmou.

- Continua após o anúncio -

Ela continuou argumentando. “Então vamos partir da conversa de que minha filha teve um assédio e eu estou falando com vocês olho no olho de uma mulher que passou isso a vida inteira e hoje eu vi minha filha com nove anos passou e uma mulher com esse pensamento machista protegendo uma condição dessa, eu fiquei muito revoltada”, desabafou.

Na legenda do post, a dançarina ainda colocou a orientação da psicopedagoga para alertar os pais de crianças da mesma faixa-etária de idade de Brenda. “Isso lá é brincadeira?! Você gostaria que segurassem sua filha para ser forçada a beijar alguém?! Precisamos repensar agora como “educamos” as crianças, para evitar um desastroso futuro bem próximo!” diz Nívea Contreras em um trecho da orientação.

- Continua após o anúncio -

Sheila Mello revela situação difícil na infância

Em outro trecho, a profissional ainda pontua: “Isso seria inaceitável também se tivesse sido contra um menino. Limite corporal, respeito, consentimento … se aprende em casa, na escola e daí a gente aprende a se posicionar em qualquer lugar do mundo”

Confira o post:

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Núcia Ferreira
Núcia Ferreira
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.