Emilio - BBB (TV Globo / Renato Rocha Miranda)
Emilio – BBB (TV Globo / Renato Rocha Miranda)

Após participar da terceira edição do Big Brother Brasil, a mesma que teve a atriz Juliana Alves, e sofrer um AVC em 2015, um ex-participante, que atualmente é documentarista, está planejando uma viagem pelo Brasil.

Em entrevista ao Gshow, ele contou mais detalhes do novo projeto, além de falar sobre as sequelas que ainda carrega devido ao derrame.

O ex-bbb em questão, trata-se de Emilio Zagaia, sétimo eliminado da edição do reality. Confira um click do ex-participante:

Emilio Zagaia (TV Globo / Renato Rocha Miranda)
Emilio Zagaia (TV Globo / Renato Rocha Miranda)

Documentários

O ex-bbb tem um projeto de produzir uma sequência de documentários feitos durante viagens de carro. Vale ressaltar que ele já realizou duas viagens.

O terceiro documentário, começa nesta quinta-feira (20), em que ele pretende sair de Londrina, e seguir para Belém. Depois, vai até o Rio Grande do Sul, percorrendo ao todo 13.600 km. A previsão é que a aventura termine no dia 6 de março de 2019. Esta edição, tem como tema a superação. Influenciado pela própria história, Emílio quer mostrar casos de quem deu a volta por cima em todas as regiões do país.

Um dos desafio que ele irá enfrentar nessa edição é saber onde irá dormir. Nas outras viagens, Emílio usou seu próprio automóvel, que conta com uma cama. Desta vez, no veículo escolhido, não há esse conforto, e eles contam com a solidariedade dos amigos e de moradores das cidades por onde passarão.

Na mala, Emílio Zagaia vai levar apenas dez camisetas, três bermudas, uma calça, um par de tênis, além da câmera para registrar as histórias que encontrar pelo caminho.

Recuperação

Emílio também contou ao Gshow que ainda está se recuperando do AVC e que esse terceiro projeto será acompanhado de perto por um fisioterapeuta.

“Estou me recuperando a cada dia, porque ainda tenho uma dificuldade na mão direita”, relata ele, que segue fazendo fisioterapia, musculação, hidroterapia e tratamento psicológico.

Mesmo com esse problema, ele também contou sua principal motivação desde o começo.

“A vida é um presente de Deus“, diz ele, que intensificou a fé após o AVC: “Não sigo uma religião, mas sou cristão e meu relacionamento com Jesus Cristo ficou mais forte“.

Confira também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here