fbpx

Famosas se revoltam com sentença no caso Mariana Ferrer: “Estupro culposo não existe”

-

Núcia Ferreirahttps://www.areavip.com.br/
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.

Comente

Veja também

Carolina Dieckmann surge em clique raro com o marido e brinca: “vai me matar”

A atriz divide seu tempo entre o Brasil e os Estados Unidos

Pyong Lee comemora mais um mês de vida de Jake: “Maior presente da vida”

O herdeiro nasceu quando o pai estava confinado no 'BBB20'

Paolla Oliveira surpreende fãs ao surgir grávida em vídeo

Na tarde desta quinta-feira, Paolla Oliveira surpreendeu seus fãs e seguidores ao aparecer, do nada, ''grávida'' em um vídeo no Instagram. A princípio ninguém entendeu nada. Afinal, até o momento, ninguém estava sabendo da suposta gestação. Mas nós te explicamos o que rolou!

Tatá Wernek, Bruna Marquezine e Rafa Kalimann – Instagram

Uma decisão da Justiça revoltou várias artistas nesta terça-feira (03). O caso Mariana Ferrer teve uma reviravolta e o acusado André de Camargo Aranha acabou sendo absolvido com uma sentença inédita no Brasil: o de “estupro culposo”.

Nas redes sociais, logo famosas se manifestaram contra a decisão. “É verdade esse ABSURDO? Uma mulher estuprada foi humilhada num julgamento com uma sentença que não existe chamada “estupro culposo”????? Jura? Gente jura???”, escreveu Tatá Werneck em seu perfil no Instagram.

+ Record é condenada pela Justiça após escândalo com jovem durante o ‘Cidade Alerta’

Bruna Marquezine compartilhou um reportagem do Intercept Brasil no Twitter e também fez o seu protesto. “Estupro culposo – pqp”, escreveu a atriz. “Estupro culposo é tipo o lado sombrio da lenda do boto na Amazônia, ambos criados por homens pra defender estuprador e culpabilizar as vítimas. ÉGUA BRASIL”, publicou a cantora Gaby Amarantos no microblog. “ “‘Estupro culposo’ não existe”, sentenciou Iza.

Em um vídeo compartilhado em seu perfil no Instagram e replicado no Twitter, Rafa Kalimann mostrou sua revolta com o resultado do julgamento. “Estou tremendo aqui agora, não teve a intenção de estupro? Desculpa, gente, mas isso existe? Porque essa é nova para mim. Não teve a intenção de estupro? Quantas mulheres, assim como a Marina, terão medo de expor uma agressão, de expor um estupro porque a sociedade não acredita nela. Quantas outras mulheres precisarão ser humilhadas, estupradas, para que a sociedade entenda que não há hipótese de não ter intenção de estupro ou intenção de agressão? A gente vai ter medo de sair na rua, de pegar uma condução, de entrar no carro de um aplicativo, medo do assédio, medo dos olhares, medo de colocar uma roupa, sair e ser assediada. Não é justo”, disse a atriz e digital influencer.

A influenciadora digital Mariana Ferrer era embaixadora do Cafe de La Musique, um beach club de Florianópolis, quando tinha 20 anos. Depois de um ano, ela denunciou um estupro que aconteceu no estabelecimento. De acordo com a influencer, no dia 15 de dezembro de 2018, ela foi dopada e então violentada pelo empresário André de Camargo Aranha, que seria amigo dos proprietários do local. O caso foi exposto pela própria vítima nas redes sociais e ganhou grande repercussão.

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP - TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos Famosos - Clique Aqui!

Núcia Ferreirahttps://www.areavip.com.br/
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.

Últimas TV & Famosos