Céu vai à casa de Amelinha e chega enquanto Greice está brincando com as crianças. A pedido da babá, os pequenos vão para o quarto.

Céu se desculpa por ter ido até ali, já que a irmã a fez jurar que não iria mais aparecer e, chorando, diz que o que aconteceu com o pai delas foi uma fatalidade.

Greice também desanda a chorar e abraça a irmã. “Ô minha irmãzinha zangada, adorada…”, desabafa Céu, feliz por estar novamente com ela. Completamente desarmada, Greice afirma que, com o tempo, a mágoa passou.

O papo logo se desvia e as duas começam a contar como anda a vida amorosa. Céu diz que gostaria muito de ser feliz com Orlandinho, mas não sabe responder se está gostando de verdade do marido. Já Greice afirma que Damião deve estar com Dedina.

Céu acha que Greice não pode desistir e entregá-lo de mão beijada para a primeira-dama: “Você tem que voltar pra Triunfo e lutar pelo teu homem! Onde já se viu, deixar o Damião com aquela jararaca? Que é isso, minha irmã? Não pode tirar o time de campo assim, não!”, ela diz para a irmã, que parece considerar a possibilidade…

Essas cenas devem ser exibidas a partir de quarta-feira, dia 10/12.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here