Existe alguma forma cientificamente comprovada para encontrar a "pessoa certa"? A antropóloga Helen Fisher, da Rutgers University de New Jersey, acredita que sim. Ela escaneou o cérebro de dezenas de pacientes para entender a química que existe por trás dos sentimentos. Em entrevista ao correspondente Jorge Pontual no programa ‘Milênio’, da Globo News, ela alerta para o perigo do consumo cada vez mais indiscriminado de antidepressivos, já que a serotonina desregula a química do cérebro e ,segundo ela, ameaça seriamente a capacidade das pessoas de amarem e se manterem apaixonadas.

Autora do livro "Por que Amamos?" , Fisher acaba de lançar "Why him? Why her?" nos Estados Unidos, em que fala sobre o fato de poetas tão tristes e solitários, como Charles Baudelaire, T.S.Elliot, Anna Akhmatova e Madhava Kandali terem deixaram um legado tão vívido sobre o amor.

O ‘Milênio’ sobre a química por trás do amor será exibido na Globo News na próxima segunda-feira, dia 11, às 23h30.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here