(Atualizada em 17/01 às 00h45)

Com 72% dos votos, Daniel foi eliminado do jogo e deixou a casa do Big Brother Brasil 7 nesta terça-feira, dia 16. O participante mal conseguiu conversar com o apresentador Pedro Bial no estúdio, pois, eufórico, só queria abraçar o filho Vinícius, de um ano e 10 meses. “Todo mundo foi sincero comigo, não acho que ninguém está jogando ainda. Mas os líderes estão completamente enganados quanto a minha torcida. Nunca fui contra ou a favor de ninguém dentro da casa”, explicou o técnico esportivo durante a entrevista coletiva realizada após o programa.

Do lado de fora, Daniel não pensou duas vezes antes de revelar o seu favorito ao prêmio de R$ 1 milhão: o carioca Felipe Cobra. “Temos uma história muito parecida e nos demos bem de cara. Torço muito por ele”, apostou o técnico. Quanto ao futuro da catarinense Liane, com quem teve um namoro no programa, Daniel se mostrou apreensivo: “Acho que ela pode se prejudicar, porque ficou do meu lado o tempo todo. Ela não torceu pelo Bruno, e agora ele ficou lá”.

O brother foi indicado ao paredão pelos líderes Flávia e Alan Pierre, que usaram como justificativa a sua torcida para o casal rival Juliana e Airton, eliminados da última semana.

Daniel foi protagonista de fortes emoções na casa, sendo um dos primeiros a falar em jogo e gerando a primeira conversa tensa do confinamento, quando procurou os líderes para perguntar se eles o indicariam. Durante a Festa Vamp, Daniel flertou com algumas sisters e acabou elegendo Liane seu objeto de desejo. O moço penou para romper a resistência da catarinense, mas os dois encerraram a noite com amassos picantes.

O mineiro Bruno, após sobreviver ao seu primeiro paredão, chorou e abraçou os amigos.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here