Altiva e feliz, Júlia chega à sala da presidência da Belíssima disposta a tomar o cargo a que tem direito. Eleita pelos acionistas minoritários como representante dos 51% das ações da empresa, ela está pronta para voltar a comandar o que é seu.

Mas uma traição terrível, algo que ela nunca esperava que fosse acontecer, acaba acontecendo: Vitória assina um documento retirando-se da Athena e juntando-se a André. Do céu, Júlia vai direto para o inferno. Como Vitória pode tê-la traído de forma tão vil? Inconformada, a ex-futura-Belíssima vai à casa da viúva tirar satisfações. “Eu considerava você como minha irmã, Vitória! (…) Você me roubou a única chance que eu tinha de me levantar, de dar o troco naquele safado… Por que você fez isto comigo, Vitória?!”, diz Júlia, já chorando.

Sem ter o que dizer, Vitória só abaixa a cabeça, triste e envergonhada. Se pudesse, diria tudo o que está realmente sentindo. Contaria para Júlia todas as ameaças que vem sofrendo por parte de André. Mas, infelizmente, só o que pode fazer é se desculpar. E também chorar.

De repente, Júlia olha para Vitória e conclui que ela fez isso porque está apaixonada por André. E que ele vai traí-la da mesma forma que fez com ela. As lágrimas de Vitória correm, principalmente quando Júlia dá o golpe final, dizendo que provavelmente Bia estava certa: quem sabe a viúva não acabou mesmo com a vida do marido Pedro?
Desesperada, Vitória nega, nega mil vezes. Mas nada que ela diga vai adiantar. Ela traiu sua melhor amiga e isso a marcará para sempre.

A cena será exibida na próxima sexta-feira, dia 21.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here