Luiza pede para Marcelo ler o que ela escreveu no telegrama para mandar a Antonio e Carolina. Antonio recebe o telegrama e diz que Carolina vai morrer de ciúmes. Homero fala que Luiza é quem morre de ciúmes do filho dele com Carolina. Carolina fala que o telegrama é falso e que ela dispensa os parabéns de Luiza. Homero faz exercícios para sua perna, que já não está mais engessada. Antonio se reúne com Laércio Ele lhe entrega documentos e dívidas do Governo de Guará. Antonio fala para Laércio que irá brigar na justiça para conseguir seu gabinete na sede do partido. Celso pede desculpas para Maura. Ela lhe diz que ele foi muito errado em julgá-la por uma coisa que não teve culpa. Celso fala que a ama e que deseja viver para sempre ao lado dela. Maura se afasta e fala que depois eles conversam. Maura desabafa com Carolina. Não sabe ama mais o irmão dela depois do que ele fez. Carolina aconselha que ela o perdoe e tente seguir o relacionamento deles aos poucos. Atílio entrega à Laís alguns livros que ela pode ler. Atílio vai dormir na casa de Fausta. Ela fala que quer passar o reveillon em um navio no Rio de Janeiro. Atílio fala que é um pouco caro, mas que dará esse presente a ela. Os dois fazem amor. Laís pede para Gasosa ligar para o Jornal. Ela conversa com Homero e fala que está tudo bem com ela. Homero fala que vai arranjar um jeito de vê-la. Antonio vai ao banco e conta para Américo que vai comprar a parte de Camilo do armazém e vai pagar o empréstimo que o banco fez para a Fazenda das Águas. Camilo fala para Antonio que ele fez um bom negócio comprando o armazém. Em seguida, Camilo o provoca dizendo que ele ficará com Luiza em Nova York. E ainda afirma que Antonio irá mesmo se casar com Carolina. Eleni chega em São Paulo para prestar vestibular. Ela vai na casa de Marcelo para visitá-lo. Cristina a recebe e diz que Marcelo está na faculdade e lhe pediu para recebê-la. Cristina conta para Eleni que ela e Marcelo estão fazendo uma experiência, como se fossem casados, ficando o dia todo juntos. Toca o telefone da fazenda e Carolina atende. Ao chegar em casa, Celso recebe o recado de que o correio ligara avisando que há uma carta para ele. Celso sai para buscá-la. Ele estranha pois não tem nome no envelope. Celso vai até o bilhar e a abre. Vê uma foto e fica muito apavorado com ela. Ele a guarda e sai rapidamente do bar. Celso segue para o jornal e pede para Homero um exemplar do jornal do dia 22 de novembro. Dia este que nasceu o filho de Carolina. Homero dá um exemplar para Celso, que quando olha o jornal fica ainda mais apavorado. Celso pede para Homero chamar Antonio. Antonio chega e Celso diz que quer mostrar uma coisa para eles. Celso mostra a foto que recebeu. É Emílio segurando o jornal do dia 22 de novembro com uma expressão de medo, como se estivesse pedindo socorro. Homero fala que pode ser montagem. Celso chora e fala que Emílio está mesmo vivo e que ele não acreditou nisso. Antonio olha o envelope e fala que a carta veio de Baurú, o mesmo lugar onde Celso foi resgatar Maura. Celso pede à eles que não contem nada para ninguém e muito menos para a polícia. Antonio e Homero ficam com dúvidas sobre o fato de Emílio estar vivo.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here