Em entrevista exclusiva à revista ‘Quem’, Dado Dolabella, 30 anos, contou como reagiu ao saber de sua condenação, divulgada no dia 3 de agosto. “Qual é a função que isso tem na sociedade? Por que eu teria que fazer isso? Estou ameaçando ainda a Luana? É uma punição pelo ato em si?”, questionou. O ator e cantor disse que sua mulher, Viviane Sarahyba, ficou apreensiva ao saber da sentença. “Hoje, tenho uma família que depende de mim. A situação é de medo. É assustador”, disse.

A condenação de Dado aconteceu um ano e dez meses após a briga que culminou com o fim do noivado com Luana Piovani, 33 anos, e com um processo de agressão por parte da atriz e da camareira Esmeralda de Souza, 64 anos. A pena foi de dois anos e nove meses de prisão em regime aberto. O ator garante que agiu involuntariamente no dia do incidente. "Fica parecendo que ou eu ou a Luana está mentindo, mas não é isso. Ela diz que é doloso e eu estou dizendo que é culposo. Não tive a intenção", afirmou.

O advogado do ator, Michel Assef Filho, entrará com recurso. “Vou questionar a aplicação da Lei Maria da Penha para Luana e Dado. Essa lei foi criada para proteger a mulher no âmbito familiar”, explica Assef. “Também vou apelar com relação ao tempo estipulado que, no meu entendimento, foi exagerado”, disse o advogado.

Dado aguardará as decisões judiciais em liberdade. Durante as apelações, a condenação pode ser revertida. Mas, se a sentença for mantida, o ator poderá trabalhar onde quiser. Em compensação, deverá informar sempre que mudar de endereço, terá que pedir autorização para se afastar do estado e dormirá em uma casa de albergados, ou em uma unidade prisional, com horário para chegar e sair.

Na quinta-feira (5), Luana, da ilha de Capri, no sul da Itália, onde foi passar férias com o namorado, o empresário Felipe Simão, limitou-se a dizer: “Aos meus inimigos, a lei”. Apesar da declaração, Dado garante que não sente ódio da ex. “Não tenho sentimento nenhum. Zero. É uma pessoa que hoje não existe. Não tenho ódio… E penso diferente, não quero ter inimigos, quero ter amigos”, afirmou o ator. Ao ser questionado sobre como pretende contar toda essa história para seus filhos, Dado respondeu: “Exatamente como aconteceu. Não tenho por que ter medo".






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here